Home News

Como planejar e executar um orçamento de obra sem surpresas

Para discutir este tema, o quadro Home News do programa Jornal do Meio Dia (Rádio Princesa FM) recebeu Sulamita Costa, engenheira civil e especialista em design de interiores

17/05/2024 06h29
Como planejar e executar um orçamento de obra sem surpresas

Organizar um orçamento de obra pode evitar muitos imprevistos financeiros. Para discutir este tema, o quadro Home News do programa Jornal do Meio Dia (Rádio Princesa FM) recebeu Sulamita Costa, engenheira civil e especialista em design de interiores. Ela explicou a importância do planejamento detalhado e do acompanhamento profissional durante toda a execução do projeto.

Segundo Sulamita, planejamento e orçamento estão intrinsecamente ligados.

“Quando contratamos um profissional qualificado, ele acompanha a obra desde o início, gerenciando cada etapa, desde a fundação até os acabamentos”, explicou. Ela destacou que o profissional de engenharia é essencial para prever os custos e minimizar os riscos de estouro de orçamento.

Um dos pontos cruciais que Sulamita ressaltou é a variação de preços dos materiais ao longo do tempo.

“Os produtos e materiais de construção sofrem reajustes constantes, que podem ocorrer várias vezes ao ano. Eventos como a pandemia também impactaram significativamente os preços, devido à alta demanda e escassez de materiais”, afirmou.

No processo de construção, diferentes profissionais desempenham papéis específicos e complementares:

Sulamita enfatizou que a colaboração entre esses três profissionais é fundamental para o sucesso de qualquer obra.

“Eles formam o trio perfeito, garantindo uma execução mais fluida e reduzindo problemas para o cliente”, disse.

Para evitar surpresas, Sulamita recomendou seguir um passo a passo bem definido:

  1. Contratação Inicial: Começar com a construtora ou o mestre de obras para planejar a execução.
  2. Orçamento de Materiais: Durante a obra, é necessário levantar orçamentos para materiais brutos e, posteriormente, para acabamentos, como mármores e iluminação.
  3. Projetos Complementares: Incluir projetos elétricos e hidráulicos para evitar improvisações e “gambiarras”.

Sulamita aconselhou que os clientes procurem profissionais com antecedência, antes mesmo da entrega da casa ou do lote.

“O ideal é ter tempo para a aprovação do projeto pelo cliente, pelo condomínio e pela prefeitura. Isso garante que a obra seja realizada de acordo com o sonho do cliente, sem pressa e com precisão.”

Ela também alertou para a necessidade de um fundo de contingência. “É importante que o cliente se prepare para gastar de 20% a 30% a mais do que o orçamento inicial, para cobrir reajustes imprevistos.”

Comentários

Leia também

Home News
Construir ou reformar: Engenheiro explica qual a melhor opção

Construir ou reformar: Engenheiro explica qual a melhor opção

Ao decidir entre construir ou reformar, é fundamental considerar suas condições pessoais,...
Home News
Arquitetos discutem a ameaça da repetição e importância do projeto original na arquitetura

Arquitetos discutem a ameaça da repetição e importância do projeto original na arquitetura

A reflexão final dos arquitetos reforça a importância de projetos personalizados
Home News
Especialista explica como harmonizar energias e espaços com o Feng Shui na decoração

Especialista explica como harmonizar energias e espaços com o Feng Shui na decoração

A design de interiores Graziele Cerqueira explicou como essa técnica pode influenciar...