Bahia

Volume de serviços na Bahia cresce abaixo da média nacional

Nos cinco primeiros meses do ano, setor acumula alta de 12,2%, estando 0,9% acima do volume registrado um mês antes da pandemia de Covid-19

12/07/2022 12h57
Volume de serviços na Bahia cresce abaixo da média nacional
Foto: Luis Blanco/GovernoSP/Divulgação

O volume do setor de serviços na Bahia teve leve variação positiva (0,1%) em maio de 2022, frente a abril, na série com ajuste sazonal. O estado havia apresentado resultado negativo na passagem de março para abril (-0,2%). No mês pesquisado, o crescimento ficou abaixo da média nacional (0,9%). Dos 27 estados, 16 apresentaram crescimento. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do IBGE.

Em maio, os serviços na Bahia operaram 0,9% acima do patamar de fevereiro de 2020 (+0,9%), mês imediatamente anterior ao ínicio da pandemia de Covid-19.

Na comparação com maio de 2021, os serviços baianos cresceram 4% no volume dos serviços prestados, o 14º crescimento consecutivo (desde abril/21). A melhoria foi inferior à de abril, quando houve alta de 15,7% no comparativo internaual. Nos primeiros cinco meses de 2022, o setor de serviços na Bahia acumulou alta de 12,2%, frente ao mesmo período do ano passado.

Entre os grupos pesquisados, três das cinco atividades de atividades que compõem a PMS. Serviços prestados às famílias tiveram a maior alta (64,1%).

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Bahia
SAC abre neste sábado em atendimento especial para emissão de RG na Bahia

SAC abre neste sábado em atendimento especial para emissão de RG na Bahia

Ação acontece em postos da capital e do interior do estado
Bahia
Carnaval baiano deve movimentar R$ 2,4 bi de economia, segundo Fecomércio-BA

Carnaval baiano deve movimentar R$ 2,4 bi de economia, segundo Fecomércio-BA

Entidade avalia que entraves como inflação e inadimplência deixará o faturamento global...
Bahia
Bahia receberá nova remessa de vacinas Pfizer Baby e Pfizer pediátrica

Bahia receberá nova remessa de vacinas Pfizer Baby e Pfizer pediátrica

Ao todo serão 50 mil doses da Pfizer pediátrica e 300 mil da Pfizer baby.