Saúde

Vacinas contra gripe e sarampo disponíveis em todas as unidades de saúde

Para receber a dose é necessário apresentar o documento de identidade, a caderneta de vacinação e o cartão SUS.

13/05/2022 10h26
Vacinas contra gripe e sarampo disponíveis em todas as unidades de saúde

A vacinação contra a gripe (influenza) e o sarampo (tríplice viral) segue avançando em Feira de Santana. Desde o começo da campanha, em 4 de maio, cerca de 38.025 pessoas já foram vacinadas. Do quantitativo, 2.120 são crianças de seis meses a quatro anos.

Na avaliação do secretário de Saúde, Marcelo Britto, com a chegada do inverno, casos de doenças virais e respiratórias tendem a aumentar.

“Estamos perto do período com uma temperatura baixa e a incidência destas doenças pode aumentar. Quem estiver vacinado vai conseguir se proteger muito mais em comparação àquele que não estiver”, afirma.

As doses estão disponíveis em todas as 104 unidades de saúde do município, de segunda a sexta-feira. As vacinas podem ser aplicadas simultaneamente, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Para receber a dose é necessário apresentar o documento de identidade, a caderneta de vacinação e o cartão SUS. Além disso, aqueles que têm comorbidades devem apresentar relatório médico. No caso dos profissionais que fazem parte do grupo prioritário é necessário o comprovante de vínculo trabalhista.

Confira a relação dos grupos prioritários:

Podem ser vacinados contra a gripe: Idosos (+ de 60 anos); trabalhadores da saúde; crianças (6 meses a 5 anos); gestantes; puérperas (até 45 dias pós parto); povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades; trabalhadores do transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade, adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Já a vacinação contra o sarampo está direcionada para crianças de 6 meses a 4 anos (até 11 meses e 29 dias) e profissionais de saúde. Os dois grupos têm imunização indiscriminada, ou seja, mesmo que já tenham sido vacinados devem receber a dose novamente.

Comentários

Leia também

Saúde
Especialista aponta desafios das mães com filhos atípicos

Especialista aponta desafios das mães com filhos atípicos

“Quando uma mãe tem um filho com desenvolvimento atípico se torna difícil para esta...