Feira de Santana

Uso excessivo do celular pode comprometer aprendizagem das crianças, alerta especialista

O uso em excesso traz prejuízos para coordenação motora, raciocínio e apredizagem das crianças

08/10/2022 08h33
Uso excessivo do celular pode comprometer aprendizagem das crianças, alerta especialista
Foto: Mary Taylor/Pexels

Com a tecnologia cada vez mais presente no nosso dia a dia, os smartphones passaram fazer do mundo infantil. A utilização dos celulares por parte das crianças gera preocupações em alguns responsáveis, contudo, a neuropsicológa Ana Rita Antunes, alerta que os problemas apenas aparecem se o uso do aparelho for excessivo.

“Os excessos são comprometedores em qualquer situação, principalmente quando falamos de redes sociais para crianças. O uso em excesso prejudica várias áreas do desenvolvimento infantil, podemos pontuar, por exemplo, a coordenação motora, a linguagem, e consequentemente, todo o processo de aprendizagem desse sujeito que ainda está em formação”, explica a neuropsicóloga.

Os aparelhos eletrônicos podem trazer benefícios para os pequenos, uma vez que permite fácil acesso a conteúdos educativos e estimulantes. Contudo,  esse acesso deve ser supervisionado pelos responsáveis, e com restrições, pois o uso em excesso pode levar ao vício, além de correr risco de expor o menor de idade a conteúdos inapropriados. 

Alguns sinais de alerta podem ser detectados, como a falta de desejo por outras atividades que não envolvem uso do celular. Dificuldades para dormir em horários corretos, substituição de atividades recreativas pelo uso do smartphone, falta de interesse em estudos, irritabilidade ao ficar longe do aparelho, são alguns indícios de vício que precisam ser freados.

“É preciso que pais e cuidadores insiram o ‘brincar’ na rotina, deixe determinado tempo da criança, um período, para brincar. Não necessariamente, falamos de brinquedos pedagógicos, mas o brincar lúdico,como pular corda ”, diz a profissional.

Estabelecer horários e definir limites quanto ao uso dos aparelhos é uma atitude que deve ser tomada para evitar o vício. Incentivo à brincadeiras e presença ativa na vida do filho também é outro passo que deve ser aderido pelos pais.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Mais de 1.300 crianças são vacinadas contra a dengue em Feira de Santana

Mais de 1.300 crianças são vacinadas contra a dengue em Feira de Santana

Somente nesta terça-feira (20), a Secretaria Municipal de Saúde vacinou 305 crianças...
Feira de Santana
“A Micareta de Feira será a maior de todos os tempos”, garante governador

“A Micareta de Feira será a maior de todos os tempos”, garante governador

Estratégias incluem foco na segurança e promoção turística do estado
Feira de Santana
Colégio recém-inaugurado tem sala interditada em Feira de Santana

Colégio recém-inaugurado tem sala interditada em Feira de Santana

A unidade de ensino foi inaugurada nesta segunda-feira(19) e teve investimentos de cerca...