Bahia

Unidades da PMBA recebem doações para os desabrigados no Rio Grande do Sul

Os donativos serão coletados periodicamente nas unidades, sendo cada item organizado e identificado sob a coordenação do Departamento de Apoio Logístico

13/05/2024 16h01
Unidades da PMBA recebem doações para os desabrigados no Rio Grande do Sul
Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar da Bahia, por meio do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), iniciou a campanha “SOS Rio Grande do Sul”, que visa à arrecadação de donativos destinados aos desabrigados das chuvas que ocorrem no estado da região sul do Brasil.

Todas as unidades da PMBA, operacionais e administrativas, localizadas nos 417 municípios funcionarão como pontos de arrecadação da campanha, que seguirá por tempo indeterminado. Os donativos serão coletados periodicamente nas unidades, sendo cada item organizado e identificado sob a coordenação do Departamento de Apoio Logístico (DAL) da Polícia Militar.

“Serão aceitas doações de alimentos não perecíveis integrantes da cesta básica, bem como água mineral, fraldas descartáveis para adultos e crianças, agasalhos, cobertores, mantas e itens de higiene, entre outros”, esclarece o coronel Marcos Antônio Oliveira, diretor do DPCDH.

Comentários

Leia também

Bahia
Na 200ª cidade visitada, governador lança ações de preservação do cerrado e de proteção do meio ambiente em todo o estado

Na 200ª cidade visitada, governador lança ações de preservação do cerrado e de proteção do meio ambiente em todo o estado

Na cerimônia desta manhã, em São Desidério, o governador autorizou e deu ordens de...
Bahia
Hemoba promove campanha de doação de sangue em celebração ao Junho Vermelho

Hemoba promove campanha de doação de sangue em celebração ao Junho Vermelho

Na Hemoba, estão programadas atrações musicais, palestras, publicações nas redes sociais,...
Bahia
Jerônimo sanciona lei que garante isenção na taxa de expedição do RG

Jerônimo sanciona lei que garante isenção na taxa de expedição do RG

Proposta, de autoria do Executivo, foi aprovada na Alba na quarta-feira (5)