Bahia

Unidade industrial de aerogeradores eólicos será implantada na Bahia

Investimento de R$ 150 milhões vai gerar cerca de 1.100 empregos diretos e indiretos

23/03/2023 12h30
Unidade industrial de aerogeradores eólicos será implantada na Bahia
Foto: Divulgação/Assessoria

Mais dois passos importantes para que a Bahia aumente seu protagonismo na produção de energias renováveis foram dados na tarde desta quarta-feira (22). O governador Jerônimo Rodrigues assinou um protocolo de intenções com a empresa chinesa Goldwind Energias Renováveis, para a implantação de uma unidade industrial de aerogeradores eólicos. O investimento de R$ 150 milhões vai gerar cerca de 1.100 empregos diretos e indiretos. Em seguida, Jerônimo recebeu representantes da também chinesa Sinoma Blade, empresa fabricante de pás eólicas.

O governador destacou que a Goldwind é uma empresa chinesa que faz parte do cronograma de visitas do presidente Lula, durante viagem à China, na próxima semana, acompanhado da comitiva do Governo da Bahia. “Vamos aproveitar essa oportunidade, ajudando o estado a revelar o seu potencial energético com energia renovável. Mas, acima de tudo, a nossa expectativa, a partir desse termo de cooperação e de relação, é a geração de emprego e renda, e de fortalecimento da nossa imagem enquanto estado com potencial forte de energia renovável”.

Jerônimo destacou, ainda, a importância de se adquirir a tecnologia de ponta da Goldwind. “A partir da implantação da empresa, aqui será produzida tecnologia para a captação da energia renovável, transformada em energia elétrica. Nesse termo assinado, nós afinamos, dentre tantas ações, a autonomia da empresa em dirigir os seus investimentos, mas com a parceria e com os investimentos que o Estado precisa fazer para fortalecer a atuação”.

Segundo o diretor-geral da Goldwind Brasil, José Eduardo Teixeira, o potencial de ventos na Bahia é excelente. “Além disso, o estado está posicionado estrategicamente, com infraestrutura de estradas e portos. A indústria vem acompanhada de todo um cluster [concentração de empresas], porque a logística é muito cara. Então, se conseguimos trazer todos os nossos grandes fornecedores, acaba que o produto em si fica muito mais competitivo. Somente na nossa operação, vamos investir, inicialmente, R$ 150 milhões e gerar aproximadamente 250 empregos diretos e 850 indiretos”, explicou.

O vice-diretor da Goldwind Brasil, Roberto Veiga, também participou do ato de assinatura. Já na reunião com a Sinoma, participou o gerente do departamento de Administração Geral, Bai Yang. Pelo Governo do Estado, participaram das agendas os secretários de Desenvolvimento Econômico, Angelo Almeida (SDE), e da Fazenda (Sefaz), Manoel Vitório; além dos superintendentes de Atração de Investimentos da SDE, Paulo Guimarães, e de Energia e Comunicações da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Celso Rodrigues.

Comentários

Leia também

Bahia
Ministério da Saúde destina R$ 54 milhões para construções de UBS na Bahia

Ministério da Saúde destina R$ 54 milhões para construções de UBS na Bahia

A Bahia já tinha sido contemplada com o investimento de R$ 93 milhões para a construção...
Bahia
Governador deve inaugurar escola em Anguera nos próximos dias

Governador deve inaugurar escola em Anguera nos próximos dias

De acordo com o prefeito Mauro Vieira, o novo colégio será um marco significativo para...
Bahia
Prefeito de Candeal participa da 25ª Marcha dos Prefeitos em Brasília

Prefeito de Candeal participa da 25ª Marcha dos Prefeitos em Brasília

A visita ao Distrito Federal tem como objetivos participar da marcha e buscar emendas parlamentares...