Educação

UEFS entrega oficialmente os documentos de recredenciamento ao Conselho Estadual de Educação da Bahia

O recredenciamento é um processo essencial que assegura a manutenção dos padrões acadêmicos e administrativos da universidade

09/07/2024 18h23
UEFS entrega oficialmente os documentos de recredenciamento ao Conselho Estadual de Educação da Bahia
Foto: NCM/CEE-BA

Em ato simbólico que destaca o compromisso contínuo com a qualidade e a legitimidade das instituições de ensino superior, a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) entregou oficialmente o pleito e seus documentos de recredenciamento ao Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE-BA). O recredenciamento é um processo essencial que assegura a manutenção dos padrões acadêmicos e administrativos da universidade e, para isso, o rito inaugural aconteceu durante sessão extraordinária realizada nesta terça-feira (9), na Plenária Iracy Picanço do Complexo da Gestão Democrática da Educação, a nova sede do CEE-BA, em Salvador.

As 25 mil páginas estão em documentos digitais no processo SEI e incluem o projeto político pedagógico, plano de desenvolvimento institucional, relatórios detalhados sobre a infraestrutura da universidade, programas acadêmicos, corpo docente, pesquisas, extensão e iniciativas voltadas para a inovação, o desenvolvimento social, dentre outros. Esses elementos são essenciais para a avaliação do recredenciamento e foram recebidos com entusiasmo, simbolizando a união de esforços entre a universidade e o conselho para garantir a qualidade do ensino superior na Bahia.

A reitora da UEFS, professora Amali de Angelis Mussi, expressou sua confiança na qualidade do trabalho realizado pela universidade ao entregar simbolicamente os documentos para o recredenciamento da universidade, que possui forte compromisso com a interiorização da educação superior pública e com o desenvolvimento socioeconômico e cultural da Bahia, diante de importante centro logístico e comercial de Feira de Santana, da região e do Território de Identidade Portal do Sertão.

“A entrega destes documentos é um reflexo do nosso compromisso com a excelência acadêmica e administrativa. A UEFS está preparada para continuar contribuindo significativamente para o desenvolvimento educacional e social da região, da Bahia e do Brasil, mas precisamos protegê-la, pois, além de buscar a excelência, ela tem que ser competitiva. Estamos confiantes de que os critérios para o recredenciamento foram plenamente atendidos e estamos aqui para o pleito”. 

Samuel Macêdo Guimarães, conselheiro presidente da Câmara de Educação Superior (CES/CEE-BA), reforçou essa importância do recredenciamento para as universidades. “O recredenciamento não é apenas uma formalidade; é um processo que assegura a continuidade da qualidade educacional oferecida e a Câmara de Educação Superior está empenhada no processo, que já possui comissão de verificação formada para analisar os documentos e avaliar a instituição”. 

O recredenciamento também garante que as universidades se adaptem às novas exigências educacionais e tecnológicas. Para os estudantes e para a sociedade, o recredenciamento oferece a certeza e a confiança de estarem matriculados em uma instituição reconhecida e comprometida com a excelência acadêmica.

O presidente do CEE-BA, Roberto Gondim, ressaltou a importância deste momento para a UEFS e para o conselho primaz do Brasil.  “O recredenciamento da UEFS é um passo fundamental para assegurar que a instituição continue a oferecer uma educação de alta qualidade. Este processo confirma o compromisso da UEFS com a formação de profissionais competentes e preparados para os desafios do mercado de trabalho e reafirma a responsabilidade deste Conselho para com as universidades públicas estaduais”.

O processo seguirá os trâmites rotineiros adotados pelo Conselho na Câmara de Educação Superior que elegerá um conselheiro relator e a comissão de verificação fará inspeções in loco na Universidade. O processo é finalizado no Conselho Pleno, que votará pelo recredenciamento ou não da Universidade, e homologação do Governador do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues.

Comentários

Leia também

Educação
UFBA abre concurso público para professores com 25 vagas

UFBA abre concurso público para professores com 25 vagas

Salários chegam a R$ 10 mil para quem tem Doutorado
Educação
Governo do Estado concede avanço na carreira para 770 educadores na Bahia

Governo do Estado concede avanço na carreira para 770 educadores na Bahia

Os requerimentos de progressão funcional por avanço vertical são apresentados ao longo...
Educação
Estudantes baianos estão na fase final da Olimpíada de Matemática da Unicamp

Estudantes baianos estão na fase final da Olimpíada de Matemática da Unicamp

O resultado e a convocação dos estudantes foram realizados na segunda-feira (8).