Feira de Santana

Superintendente da Fundação Santo Antônio é eleito para governo da Província Nossa Senhora da Piedade

A eleição ocorreu na última quarta-feira (20)

21/07/2022 10h17
Superintendente da Fundação Santo Antônio é eleito para governo da Província Nossa Senhora da Piedade

Foi eleita na última quarta-feira (20), a equipe que assumirá o governo da Província Nossa Senhora da Piedade da Bahia e de Sergipe, nos próximos três anos. A eleição consistiu na escolha de 1 frade para o exercício de Ministro Provincial e de 4 conselheiros que terão a missão de auxiliar e conduzir a província ao longo do triênio.

Os frades Gilson de Jesus Marinho e Marcos Martins de Cerqueira, foram eleitos para os cargos de Ministro e Vigário Provincial. O novo governo é composto por Frei Jorge Rocha, Frei Johne Barbosa dos Santos e o Frei Liomar Pereira da Silva.

“Para a nossa surpresa e corresponsabilidade, o Frei Gilson e eu fomos reeleitos para este serviço. E até 2025, seremos responsáveis pelo governo da província do ponto de vista pastoral, econômico e também da vida dos frades, nossa vida de fraternidade”, disse o superintendente das Rádios Sociedade News e Princesa FM, Jorge Rocha.

Ele reforçou ainda os pedidos de orações para a província e os trabalhos pelas comunidades.

“Rezem por nós. A melhor coisa que vocês podem fazer por nós, capuchinhos, é a oração. É essa afetividade que nasce no coração do nosso Deus, que precisamos, para que possamos continuar o trabalho de evangelização, de profusão do reino de Deus, e pela comunicação como um braço importante para a profusão deste mesmo reino”.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Campo do Beira Riacho recebe obras de drenagem

Campo do Beira Riacho recebe obras de drenagem

Serviços vão acabar com pontos alagamentos em períodos de chuva
Feira de Santana
Empossada nova presidente do Instituto de Previdência

Empossada nova presidente do Instituto de Previdência

Midiã Leite agradeceu ao prefeito Colbert Filho pela confiança e destacou a expectativa...
Feira de Santana
Eremita responde Zé Carneiro sobre ilegalidade na contratação de empresas