Educação

Setre oferece curso de formação profissional gratuitas para jovens em vulnerabilidade social

Os cursos, nas áreas de tecnologia de formação e inclusão no mundo do trabalho

20/05/2022 09h52
Setre oferece curso de formação profissional gratuitas para jovens em vulnerabilidade social
Foto: GOV/BA

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Associação para Promoção da Diversidade Sociocultural e Ambiental – Pontos Diversos, abre 200 vagas gratuitas para formação profissional.   

Os cursos, nas áreas de tecnologia de formação e inclusão no mundo do trabalho, financiados pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), têm como público-alvo jovens de 18 a 29 anos, em situação de vulnerabilidade social. 

As inscrições podem ser feitas gratuitamente, até 25 de maio, no site www.pontosdiversos.org, e para mais informações, os interessados devem enviar mensagem para: [email protected].   

Para participar, é necessário possuir Carteira de Trabalho e ter disponibilidade de duas noites por semana, para participar do projeto de forma on-line. São mentorias, com duração de nove meses, para o amadurecimento do projeto de vida e carreira das pessoas participantes. Ao final, elas passarão a integrar o banco de talentos da organização social e poderão ser encaminhadas para vagas de emprego de acordo com o seu perfil. 

Para a diretora e vice-presidente da Pontos Diversos, Carolina Barreto, “a iniciativa busca empoderar a juventude, principalmente, aquelas pessoas vulnerabilizadas pelas desigualdades sociais, e enriquecer o nosso banco de talentos para que possamos contribuir com novas travessias no mundo do trabalho, com base nos direitos sociais e nos sonhos”. 

Funtrad 

O fundo de natureza contábil-financeira é ligado à Setre, com intuito é captar recursos para colaborar na implementação de ações de fomento ao Trabalho Decente. As principais fontes de recursos são destinações de Termos de Ajustamento de Conduta e de indenizações por dano moral coletivo, decorrentes da atuação do Ministério Público do Trabalho e da Justiça do Trabalho. A aplicação dos recursos é decidida pelo Conselho Deliberativo de composição multipartite.

Fonte: Ascom/Setre

Comentários

Leia também

Educação
MEC diz “buscar soluções” sobre bloqueio orçamentário

MEC diz “buscar soluções” sobre bloqueio orçamentário

Entidades apontam corte de R$ 1,68 bilhão na Educação
Educação
Ações de sustentabilidade na educação serão debatidas com o setor empresarial

Ações de sustentabilidade na educação serão debatidas com o setor empresarial

Evento acontece nesta quarta-feira, no auditório do CIFS
Educação
MEC divulga datas de inscrição para Prouni, Fies e Sisu de 2023; confira calendário

MEC divulga datas de inscrição para Prouni, Fies e Sisu de 2023; confira calendário

Para selecionar novos alunos, todos eles usam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio...