Política

Senado vota PEC que pode ampliar estado de emergência e poder de Bolsonaro

Em ano de eleição a criação de novos benefícios sociais é proibida pela lei

30/06/2022 17h15
Senado vota PEC que pode ampliar estado de emergência e poder de Bolsonaro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Senado prevê votar na tarde desta quinta-feira (30) uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que aumenta e cria novos benefícios sociais, como vale-caminhoneiro de R$ 1.000, vale-gás de R$ 120 e Auxílio Brasil de R$ 600. Mas, além disso, estabelece o estado de emergência, que dá mais poderes ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Como é este um ano de eleições, a criação de novos benefícios sociais é proibida pela lei eleitoral. Isso acontece para que o governante não se beneficie de verbas públicas para conseguir votos. Com o estado de emergência, cai essa restrição da lei eleitoral, e o governo pode gastar dinheiro com os benefícios sociais.

Segundo advogados ouvidos pelo portal Uol, a proposta é legalmente questionável. Eles dizem que a situação atual não justifica um estado de emergência.

*Metro1

Comentários

Leia também

Política
Confira a agenda dos candidatos ao governo da Bahia nesta quinta-feira

Confira a agenda dos candidatos ao governo da Bahia nesta quinta-feira

Políticos divulgaram programação de terceiro dia de campanha eleitoral no estado
Política
Candidato Zé Chico revela propostas para segmento esportivo

Candidato Zé Chico revela propostas para segmento esportivo

Candidato diz que quer retorno dos jogos do interior
Política
CIS Metropolitano: Candidato a deputado pretende ampliar centro industrial feirense

CIS Metropolitano: Candidato a deputado pretende ampliar centro industrial feirense

Proposta pretende fomentar a influência do município feirense no setor industrial