Feira de Santana

Saúde capacita dentistas para tratamento de pacientes com doença falciforme

A maioria das crises nestes pacientes é por infecção, sendo um dos principais fatores relacionadas à saúde bucal

22/07/2022 12h06
Saúde capacita dentistas para tratamento de pacientes com doença falciforme
Foto: Roberta Costa

Dentistas da rede municipal de saúde são capacitados para o atendimento de pessoas com doença falciforme. Os profissionais foram atualizados sobre os protocolos de atendimento a este público. A iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde ocorreu na última quarta-feira, 20, em parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

De acordo com o presidente da Associação Feirense de Pessoas com Doenças Falciforme (AFADFAL), Fabrício Cabral, esse é um grande passo para garantir maior qualidade no atendimento desse público.

“A maioria das crises das pessoas com doença falciforme se dá por infecção, sendo um dos principais fatores relacionadas à saúde bucal. Dessa forma nos articulamos junto à coordenação odontológica da Secretaria de Saúde para buscar uma solução para esse problema”.

Palestrante do evento, o cirurgião dentista Thiago Novaes destacou que a anemia falciforme é a doença genética com maior incidência no Brasil. “Na Bahia há praticamente um caso da doença para cada 600 nascidos, por isso trouxemos essas informações e de qual forma o profissional pode auxiliar e ajudar o paciente portador da doença falciforme”.

Segundo a chefe da Divisão Odontológica, Maria Cristina Rosa, o principal objetivo da capacitação é desburocratizar o atendimento do paciente que seja portador da anemia falciforme. Além da capacitação, foi elaborado um manual de acordo com as normas prescritas pelo Ministério da Saúde, que será distribuído em todas as unidades de saúde do município.

Em Feira de Santana, os Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) realizam uma média de 3 mil atendimentos por mês. As duas unidades funcionam nos bairros George Américo e Centro, próximo à Praça Tiradentes (também conhecida como Praça do Gastão), de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Entre as especialidades estão: cirurgia oral, exodontia, endodontia (canal), periodontia, estomatologia (diagnóstico de câncer de boca e biópsias em geral), colocação de prótese e atendimento a pacientes especiais – com câncer, paralisia cerebral e sindrômicos.

Para ser atendido, o usuário deve passar por uma consulta odontológica nas Unidades de Saúde da Família (USF), Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou Policlínicas, para avaliação da necessidade ou não de atendimento especializado, feitos através da ficha de referenciamento.

*Secom

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Especialista explica a importância da atividade física como uma aliada para combater a disfunção erétil

Especialista explica a importância da atividade física como uma aliada para combater a disfunção erétil

A pratica da atividade física também está ligada a qualidade das relações sexuais,...
Feira de Santana
Relatório da Comissão de Finanças sobre o orçamento deve ser aprovada nesta quarta-feira

Relatório da Comissão de Finanças sobre o orçamento deve ser aprovada nesta quarta-feira

O relatório ainda não foi publicado porque a Câmara não dispõe de acesso ao sistema...
Feira de Santana
Orçamento de R$41 milhões para Zona Rural é aprovado

Orçamento de R$41 milhões para Zona Rural é aprovado

Orçamento anterior era de R$ 7 milhões