Brasil

Rio Grande do Sul será primeiro estado a emitir nova identidade; ainda não há previsão na Bahia

Nos dias seguintes, será a vez do Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná

24/07/2022 13h44
Rio Grande do Sul será primeiro estado a emitir nova identidade; ainda não há previsão na Bahia
Foto: Divulgação/TSE

As primeiras carteiras de Identidade Nacional (CIN) serão emitidas no Rio Grande do Sul, a partir da próxima terça-feira (26). Nos dias seguintes, será a vez dos órgãos de identificação civil no Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná iniciarem a emissão do novo documento. Segundo a Receita Federal, nos demais estados ainda não há previsão para início da emissão. As informações são da Agência Brasil.

De acordo com o Decreto nº 10.977/2022, a nova carteira de identidade adotará o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral, único e válido para todo o país. Haverá validações biográficas e biométricas antes da emissão do documento.

Nesse primeiro momento, somente serão emitidas as novas identidades para cidadãos que estiverem com as informações no CPF de acordo com suas certidões atualizadas. Cidadãos que não possuírem ou estiverem com as informações incorretas no CPF poderão recorrer aos canais de atendimento à distância da Receita Federal para resolver a situação.

De acordo com a Receita, no futuro, os próprios órgãos de identificação civil farão novas inscrições e atualizações no CPF.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Evento de leitura de carta em favor da democracia é iniciado na Faculdade de Direito da USP

Evento de leitura de carta em favor da democracia é iniciado na Faculdade de Direito da USP

Cerimônia com a presença de personalidades acontece nesta quinta-feira (11)
Brasil
Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada

Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada

Valor será de R$ 2 mil este mês para motoristas de carga
Brasil
Eleições 2022: termina hoje prazo para recusar nomeação como mesário

Eleições 2022: termina hoje prazo para recusar nomeação como mesário

Ausência precisa ser justificada perante juiz eleitoral