Política

Quaest: Lula lidera com 44%; e Bolsonaro aparece com 34%

A sondagem de opinião foi divulgada nesta quarta-feira (7)

07/09/2022 11h43
Quaest: Lula lidera com 44%; e Bolsonaro aparece com 34%
Foto: Montagem/ Divulgação

Nova pesquisa da Quaest, contratada pela Genial Investimentos, aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com 44% das intenções de voto, e tem 10 pontos de diferença para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que aparece com 34% no cenário estimulado. A sondagem de opinião foi divulgada nesta quarta-feira (7).

Depois aparecem Ciro Gomes (PDT), com 7%, e Simone Tebet (MDB), com 4%. Felipe D’Avila (Novo) e Soraya Thronicke (União Brasil) empatam com 1%.

Pablo Marçal (Pros), Vera Lúcia (PSTU), José Maria Eymael (DC), Leonardo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) não pontuaram. Marçal teve a candidatura rejeitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os que dizem que irão votar em branco, anular ou deixar de votar somam 4%. A proporção dos indecisos é de 5%.

Em um segundo turno, Lula venceria com 51% das intenções de votos contra 39% de Bolsonaro. Indecisos são 3%, e branco, nulo e não vai votar são 7%. Foram ouvidas 2 mil pessoas presencialmente entre os dias 1º e 4 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O levantamento tem 95% de confiança. 

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00807/2022.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Política
STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

STF forma maioria para confirma decisão de Zanin que suspendeu liminar contra desoneração

Prazo dado por Zanin foi para a efetivação de acordo entre governo e Congresso sobre...
Política
“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

“O PT promete muito, mas não entrega o prometido”, diz João Roma

Roma mencionou a falta de cumprimento das promessas feitas durante as campanhas eleitorais....
Política
CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

CCJ da Câmara adia votação de PEC que criminaliza qualquer quantidade de drogas

Governistas obstruíram e conseguiram segurar a votação na comissão. Análise deve ficar...