Brasil

Projeto da Fiocruz vai restaurar área da Mata Atlântica no Rio de Janeiro

Região equivale a seis campos de futebol

18/03/2023 19h03
Projeto da Fiocruz vai restaurar área da Mata Atlântica no Rio de Janeiro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Maior remanescente de Mata Atlântica na cidade do Rio de Janeiro, a floresta urbana Maciço da Pedra Branca foi a área escolhida por projeto coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para restauração. Serão renovados 6,7 hectares, o que equivale a quase seis campos de futebol.

A região escolhida abriga o Campus Fiocruz Mata Atlântica, especificamente na área da Colônia Juliano Moreira, antigo hospital psiquiátrico onde hoje funciona o Museu Bispo do Rosário.

Segundo a Fiocruz Mata Atlântica, o projeto teve início este mês, com prazo para conclusão de cinco anos. O financiamento veio de uma medida compensatória de Termo de Ajuste de Conduta assinado com uma marmoraria que explorava a região, em uma parceria do Ministério Público Estadual com a Fiocruz Mata Atlântica.

Impactos ambientais
Segundo a coordenadora do projeto e doutora em Biologia Vegetal, Andrea Vanini, a medida compensatória é uma penalização que busca reduzir os impactos ambientais negativos.

“Além das ações de plantio e manejo da Mata Atlântica, o projeto ofertará cursos de identificação de espécies nativas, coleta de sementes florestais e produção de mudas para a comunidade do entorno do Parque Estadual da Pedra Branca”, explicou.

Ela destacou, ainda, que, no longo prazo, o objetivo é recuperar a biodiversidade da área. “O projeto de restauração ecológica vai realizar o plantio de espécies nativas, aumentando assim a riqueza de espécies com potencial medicinal, frutíferas e plantas alimentícias não convencionais, além de contribuir para a conectividade de fragmentos florestais e para a conservação de espécies nativas da Mata Atlântica”.

*Agência Brasil

Comentários

Leia também

Brasil
Parte do RS entra em alerta para riscos de novas inundações devido às fortes chuvas

Parte do RS entra em alerta para riscos de novas inundações devido às fortes chuvas

O asfalto também ficou danificado devido ao volume de água
Brasil
Guaíba atinge 4 metros e chega a nível mais baixo dos últimos 19 dias

Guaíba atinge 4 metros e chega a nível mais baixo dos últimos 19 dias

Apesar da baixa, o nível do Guaíba ainda está acima da cota de inundação
Brasil
Enchentes no RS: Tragédia soma 161 mortes e registra primeiro caso fatal de leptospirose

Enchentes no RS: Tragédia soma 161 mortes e registra primeiro caso fatal de leptospirose

Após quase três semanas de interrupção das aulas devido à inundação causada pelo...