Bahia

Programa FazAtleta encerra ano com recorde de número de atletas beneficiados

Das 16 modalidades apoiadas pelo programa, o ciclismo é o que tem maior número de beneficiados, com 56 projetos

23/12/2022 12h34
Programa FazAtleta encerra ano com recorde de número de atletas beneficiados
Foto: Ascom, Sudesb

Durante a última reunião da Comissão Gerenciadora do programa FazAtleta, realizada na sede da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), ligada a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, foi divulgado um balanço com números do programa de incentivo fiscal. Conforme a pasta, o FazAtleta encerrou 2022 com uma execução financeira de R$6 milhões, apoiando 145 projetos de atletas e 25 eventos esportivos.

“É o maior investimento anual feito no programa em seus 23 anos de existência. Essa é uma política pública consolidada e de sucesso na Bahia. O número crescente de empresas parceiras demonstra a confiança e a sensibilidade da iniciativa privada em associar sua marca a um programa exitoso. Esperamos que em 2023 os números gerais sejam ainda maiores”, festejou o diretor da Sudesb, Vicente Neto, que preside a Comissão.

Ainda na reunião, seis novos projetos – 3 atletas e 4 eventos –, no valor total de 218 mil reais, foram analisados e aprovados.

Outros números

No balanço final da execução anual do programa apresentado pela Coordenação Estadual de Esporte, ligada à Setre, foi ainda informado que das 16 modalidades apoiadas pelo FazAtleta, o ciclismo é o que tem maior número de beneficiados, com 56 projetos. Em segundo lugar, vem a modalidade de judô, que tem 30 atletas inscritos, seguido da natação, com 20.

No interior, a cidade de Jequié está em primeiro lugar em número de atletas beneficiados, com 15, sendo a maioria na modalidade de judô. Vitória da Conquista tem dez atletas e Cruz das Almas e Barreiras empatam com nove. Salvador é a campeã, com mais de 50 atletas atendidos pelo programa.

Neste ano, mais de 100 empresas aderiram ao programa, sendo mais um número que supera os anos anteriores. Para o coordenador estadual do Esporte, Gustavo Miranda, “é muito gratificante ver o programa crescendo e se fortalecendo a cada ano. Atrair o interesse das empresas privadas é o grande desafio para os atletas, responsáveis por esta conquista. A garantia de o Estado fazer uma execução transparente e organizada é o primeiro passo para que esta aproximação tenha êxito. Os números recordes mostram o sucesso de todo o trabalho que vem sendo feito”, observa o gestor.

Comentários

Leia também

Bahia
Equipe do CBMBA recupera nono corpo no Rio Grande do Sul

Equipe do CBMBA recupera nono corpo no Rio Grande do Sul

Os militares permanecem à procura de mais quatro familiares desaparecidos.
Bahia
Modelo de concessão e plano de investimentos da Coelba serão alvos de audiências públicas na Assembleia Legislativa

Modelo de concessão e plano de investimentos da Coelba serão alvos de audiências públicas na Assembleia Legislativa

Deputado Robinson Almeida é autor das propostas de discussão, aprovadas pelos deputados ...
Bahia
Bombeiros da Bahia recuperam mais um corpo de vítima das enchentes no RS

Bombeiros da Bahia recuperam mais um corpo de vítima das enchentes no RS

Cadáver foi localizado sob escombros no município de Roca Sales, no Vale do Taquari ...