Educação

Programa Dignidade Menstrual tem mais de 226 mil beneficiárias na rede estadual de ensino

O programa foi instituído pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade (Sepromi)

30/05/2022 12h19
Programa Dignidade Menstrual tem mais de 226 mil beneficiárias na rede estadual de ensino
Foto: Feijão Almeida

Mais de 226 mil estudantes e pessoas que menstruam, entre 11 e 45 anos, são beneficiadas pelo programa Dignidade Menstrual, do Governo da Bahia, na rede estadual de ensino. No último sábado (28), data alusiva ao Dia Internacional da Dignidade Menstrual, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), o programa estadual se destaca pela distribuição de absorventes higiênicos; pelo desenvolvimento de ações pedagógicas e formativas; e por garantir a dignidade menstrual às estudantes e pessoas que menstruam e que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômico.

O programa foi instituído pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade (Sepromi). Por meio do Dignidade Menstrual, é ofertado, mensalmente, um pacote de absorventes descartáveis por beneficiária, cujo investimento total é de R$ 5,6 milhões.

Além de combater a precariedade menstrual com a distribuição de absorventes higiênicos, o programa visa a promoção de ações pedagógicas de conscientização sobre a menstruação como um processo natural que não pode ser impedimento de socialização. A proposta é desconstruir tabus e tornar a escola um espaço ainda mais acolhedor.

A técnica da coordenação de Educação Ambiental e Saúde da SEC, Talita Leitão, lembra que a pobreza menstrual é uma situação que resulta em ausências recorrentes na escola e destacou a importância do programa na rede estadual de ensino. “O programa trabalha na perspectiva de combater a pobreza menstrual na Bahia e garantir a dignidade para as pessoas que menstruam e não têm condições de passar pelo período menstrual de forma adequada”. Ela também ressalta a importância da instituição do Dia Internacional da Dignidade Menstrual. “Esta data é uma conquista para todas as pessoas que menstruam e necessitam de atenção. É uma prova de que o problema está sendo visto e reparado e que os seus direitos estão sendo assegurados”.

Material didático – Diversos materiais didáticos estão disponíveis no Portal da Educação, a exemplo da Cartilha Educativa sobre Saúde Menstrual, que explica o que é a menstruação e quais as mudanças que provoca no organismo, contribuindo, assim, para desmistificar tabus relacionados ao tema. Também fazem parte das ações da SEC processos formativos para estudantes, professores e gestores, com o objetivo de ajudar na promoção da cultura, do cuidado, da empatia e do respeito. Acesse no endereço eletrônico.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado (SEC)

Comentários

Leia também

Educação
Ministro da Educação diz que bolsas de pós-graduação serão pagas até terça-feira

Ministro da Educação diz que bolsas de pós-graduação serão pagas até terça-feira

O pagamento de mais de 200 mil bolsas da Capes foi paralisado devido ao congelamento de...
Educação
Seminário com mais de 500 professores encerra ciclo de formação continuada

Seminário com mais de 500 professores encerra ciclo de formação continuada

Evento aconteceu no auditório do Sesi Jardim Cruzeiro
Educação
Universidades federais afirmam que não têm dinheiro para pagar as contas em dezembro

Universidades federais afirmam que não têm dinheiro para pagar as contas em dezembro

Falta dinheiro para pagar contas básicas, como água e luz