Feira de Santana

Programa de recuperação fiscal para estimular quitação de débitos com o Município é instituído

O objetivo é incentivar a quitação de débitos fiscais e promover a recuperação de créditos para a Fazenda Pública Municipal

05/05/2023 09h29
Programa de recuperação fiscal para estimular quitação de débitos com o Município é instituído

Foi sancionada pelo prefeito Colbert Martins Filho a Lei nº 4.138 que institui o Programa de Recuperação e Estímulo a Quitação de Débitos Fiscais do Município. O objetivo é incentivar a quitação de débitos fiscais e promover a recuperação de créditos para a Fazenda Pública Municipal, possibilitando que os contribuintes regularizem sua situação fiscal e evitem futuros problemas com a cobrança de dívidas. Além disso, a iniciativa também visa aumentar a arrecadação do município, o que pode ser revertido em melhorias para a população, como investimentos em saúde, educação e infraestrutura.

O programa é voltado para créditos de qualquer natureza, tributários e não-tributários, constituídos ou não, inscritos ou não na dívida ativa, ajuizados ou a ajuizar, protestados ou a protestar, inscritos ou a inscrever no SERASA, inscritos ou a inscrever no Serviço de Proteção ao Crédito – SPC, também aqueles, objeto de acordo de parcelamento anterior não cumprido pelo contribuinte, em favor da Fazenda Pública Municipal, tendo como origem os fatos geradores ocorridos até a data da promulgação desta Lei, excetuados os decorrentes de multa por infração à legislação de trânsito e ambiental.

Os débitos abrangidos pelo Programa de Recuperação e Estímulo a Quitação de Débitos Fiscais do Município de Feira de Santana compreendem a soma do valor principal do crédito, acrescidos da atualização monetária, se houver; multa de mora, juros de mora, multa por infração, honorários advocatícios e outras despesas acessórias, que poderão ser pagos à vista ou em até trinta e seis parcelas mensais e sucessivas, observando-se o disposto nesta Lei.

O contribuinte que aderir ao Programa poderá ter redução dos juros de mora, da multa de mora, da multa por infração, dos honorários advocatícios e de outras despesas acessórias, de acordo com o período de parcelamento escolhido. As reduções serão de 100% nos pagamentos à vista, 70% nos parcelamentos até 12 parcelas, 50% nos parcelamentos de 13 a 24 parcelas, 30% nos parcelamentos de 25 a 36 parcelas, 15% nos parcelamentos de 37 a 60 parcelas.

Para fixação dos valores mínimos de cada parcela, deverão ser observados critérios de acordo com a classificação de cada contribuinte. Por exemplo, para Pessoa Física o valor mínimo será de R$ 100,00 e para outras Pessoas Jurídicas será de R$ 500,00. O valor da parcela inicial corresponderá, no mínimo, a 10%, do montante do débito apurado, não podendo ser inferior aos valores mínimos estabelecidos nesta Lei.

Enquanto não regulamentado pelo Executivo, considerando o prazo previsto para pagamento, os contribuintes poderão pagar o débito com 100% de desconto das multas por infração, juros e multas de mora, honorários advocatícios e demais despesas acessórias, nos pagamentos à vista.

Cabe destacar que a adesão ao programa não implica em renúncia de ações judiciais ou desistência de recursos administrativos interpostos pelo contribuinte em relação aos débitos fiscais. Contudo, a desistência de ações judiciais e recursos administrativos implicará na perda dos benefícios previstos nesta Lei.

Por fim, é importante ressaltar que a Lei nº 4.138 estará em vigor por tempo limitado, sendo que o prazo para adesão ao programa será de 90 dias, contados a partir da data da publicação da lei. Por isso, os contribuintes que desejarem aproveitar os descontos e as condições de parcelamento devem ficar atentos aos prazos e procurar a Secretaria da Fazenda Municipal para obter mais informações sobre o programa.

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Em carta aberta, Pablo Roberto anuncia retirada de pré-candidatura à Prefeitura de Feira de Santana

Em carta aberta, Pablo Roberto anuncia retirada de pré-candidatura à Prefeitura de Feira de Santana

Desde a última terça-feira (16), o assunto repercutiu na imprensa feirense, mas ainda...
Feira de Santana
IPAC firma parceria para restauro do painel de Lênio Braga na rodoviária de Feira

IPAC firma parceria para restauro do painel de Lênio Braga na rodoviária de Feira

Acordo foi firmado com a empresa que administra a rodoviária de Feira de Santana
Feira de Santana
Prefeitura convoca carroceiros para cadastramento

Prefeitura convoca carroceiros para cadastramento

O não comparecimento incidirá em multa e apreensão do veículo de tração animal