Feira de Santana

Professores municipais buscam apoio do prefeito para pagamento dos Precatórios do FUNDEF

Os professores buscam apoio do prefeito para a tramitação do projeto de lei que lhes permitirá receber os valores devidos.

03/06/2024 11h25
Professores municipais buscam apoio do prefeito para pagamento dos Precatórios do FUNDEF
Foto: Rafael Marques

Na manhã desta segunda-feira (03), professores da rede municipal de ensino de Feira de Santana se reuniram com o prefeito Colbert Filho para discutir a situação dos precatórios do FUNDEF. Os professores buscam apoio do prefeito para a tramitação do projeto de lei que lhes permitirá receber os valores devidos.

Os docentes chegaram ao encontro acompanhados do vereador Zé Carneiro, destacando a necessidade de intervenção do prefeito no impasse relacionado ao pagamento dos precatórios.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Hamilton Ramos, relatou dificuldades em dialogar com a presidente da Câmara Municipal, vereadora Eremita Mota.

Foto: Rafael Marques

“Estamos montando estratégias e fomos até o gabinete da vereadora Eremita. Estava previsto vir aqui no gabinete do prefeito para ouvir dele. Os professores querem receber o precatório do FUNDEF e estamos caminhando no sentido de dar certo, montando as estratégias, os professores estão nos atendendo, é uma outra dinâmica, diferente da outra entidade, e eles estão vendo qual é o caminho”, afirmou Hamilton Ramos.

O prefeito Colbert Filho reforçou o apoio aos professores e criticou a demora na tramitação do projeto de lei na Câmara de Vereadores.

Foto: Rafael Marques

“São professores da rede municipal de ensino que querem que na Câmara de Vereadores seja dado andamento a um projeto de lei que permita que eles recebam o dinheiro do FUNDEF. Já faz dois meses e quinze dias que está lá na Câmara, desde 15 de abril, e até agora a presidente não colocou em pauta para leitura. Isso é uma falta de respeito muito grande com os professores de Feira de Santana. Em 2023, o Governo do Estado pagou a todos através de um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa. Não há dificuldade. Escolhi um banco, chamado Banco Máster, que fez a antecipação desses recursos para os professores. Aqui em Feira, a presidente da Câmara, numa atitude absurda, quer evitar que as pessoas de Feira recebam quase 300 milhões de reais que também têm direito”, disse o prefeito.

Colbert Filho ainda acrescentou que vereadores e a presidente da APLB, professora Marlede Oliveira, já receberam seus precatórios, e criticou a resistência em pagar os professores da rede municipal.

“A vereadora Eremita já recebeu o dinheiro dela, o vereador Ivamberg já recebeu o dinheiro dele, a presidente da PLB também já recebeu o dinheiro dela. Nesse momento, eles querem impedir que os professores da rede municipal recebam. Portanto, eles estão se mobilizando para receber o que têm direito. São mais ou menos 3 mil professores, em torno de 300 milhões de reais. Hoje, vamos publicar no Diário Oficial a relação de todos os professores elegíveis para receber, incluindo herdeiros de professores falecidos, que devem se apresentar junto à Secretaria de Administração para exercer seu direito. São professores desde 1997 a 2006 que têm direito”, completou.

Os professores prometeram uma manifestação na terça-feira (04), em frente ao Centro de Cultura Amélio Amorim, onde estão acontecendo as sessões da Câmara Municipal, às 08h.

O portal De Olho na Cidade entrou em contato com a presidente da Câmara, vereadora Eremita Mota, e aguarda retorno.

*Com informações do repórter Rafael Marques

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Carlos Geílson volta à política local: “sempre estamos aptos a recomeçar”

Carlos Geílson volta à política local: “sempre estamos aptos a recomeçar”

O ex-parlamentar em contato com a reportagem do De Olho na Cidade, afirmou: “está confirmada,...
Feira de Santana
Projeto realiza castração solidária em Feira; saiba como ajudar

Projeto realiza castração solidária em Feira; saiba como ajudar

Para mais informações acesse o Instagram: @castradez.
Feira de Santana
Aprovado em 1ª votação, projeto que permite operações de carga e descarga em três avenidas de Feira

Aprovado em 1ª votação, projeto que permite operações de carga e descarga em três avenidas de Feira

O dispositivo altera a Lei nº 3.527/2015, modificando dimensões dos veículos urbanos...