Mundo

Primeira-ministra da Nova Zelândia anuncia que vai renunciar ao cargo

Jacinda Ardern disse que ainda acredita que o Partido Trabalhista da Nova Zelândia vencerá as próximas eleições, marcadas para outubro deste ano

19/01/2023 13h19
Primeira-ministra da Nova Zelândia anuncia que vai renunciar ao cargo
Foto: EPA / Ansa – Brasil

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou que ela não vai se candidatar à reeleição e que deverá renunciar até o começo de fevereiro. Ardern disse que ainda acredita que o Partido Trabalhista da Nova Zelândia vencerá as próximas eleições, marcadas para outubro deste ano.

“Embora eu não vá disputar a eleição, sei que as questões que mais afetam os neozelandeses continuarão sendo o foco do governo durante este ano e nas eleições”, disse Ardern.

Ela afirmou que já não tem mais combustível para seguir na carreira. A política de 42 anos disse que o tempo em que ela esteve no cargo (quase seis anos) foram desafiadores e cobraram um preço.

“Neste verão, eu esperava encontrar uma maneira de me preparar não apenas para mais um ano, mas para outro semestre, porque é isso que este ano exige. Eu não fui capaz de fazer isso”, afirmou ela.

*Bahia.ba

Comentários

Leia também

Mundo
Em carta ao congresso, Biden confronta o próprio partido para manter candidatura viva

Em carta ao congresso, Biden confronta o próprio partido para manter candidatura viva

Apesar de tentar conter as especulações, carta evita abordar a saúde do presidente,...
Mundo
Casa Branca nega alegações de que Joe Biden irá abandonar reeleição: “essa afirmação é absolutamente falsa”

Casa Branca nega alegações de que Joe Biden irá abandonar reeleição: “essa afirmação é absolutamente falsa”

O caso acontece acerca do desempenho do presidente americano no último debate contra Trump...
Mundo
Tanques e militares armados invadem palácio presidencial na Bolívia

Tanques e militares armados invadem palácio presidencial na Bolívia

Ex-presidente Evo Morales fala em golpe de Estado. Presidente do país, Luis Arce, afirmou...