Polícia

PRF recupera veículo roubado que estava transportando mais de 500 kg de maconha in natura

Durante a fiscalização, foi constatado que o veículo era clonado e o verdadeiro possui registro de roubo/furto na cidade de Candeias, em junho/2019

18/06/2022 11h39
PRF recupera veículo roubado que estava transportando mais de 500 kg de maconha in natura
Foto: Divulgação PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 505 kg de maconha in natura em um carro clonado durante uma abordagem na BR-324, em Amélia Rodrigues. O flagrante aconteceu na manhã de hoje (17). Um homem foi preso, suspeito de tráfico de drogas, receptação e uso de documento falso.

Durante fiscalizações no pedágio de Amélia Rodrigues, foi abordado o veículo do tipo caminhonete IVECO/DAILY, placas aparentes de Feira de Santana (BA).

Aos policiais, o motorista entregou o documento do veículo (CRLV) com indícios de falsificação, o que elevou o grau de suspeita da equipe. Desconfiados, os policiais realizaram uma busca no interior do veículo e encontraram vários sacos de maconha in natura, totalizando 505 kg da droga que estava vindo do Maranhão e teria como destino a cidade de Salvador.

Durante a fiscalização, foi constatado que o veículo era clonado e o verdadeiro possui registro de roubo/furto na cidade de Candeias, em junho/2019.

A ocorrência foi encaminhada à Polícia Civil local para lavratura do flagrante e demais procedimentos cabíveis. Ele responderá pelo crime de tráfico de drogas, conforme dispõe o art. 33 da Lei 11.343/2006.

Comentários

Leia também

Polícia
Acidente envolvendo carreta carregada de combustível causa congestionamento na BR-324

Acidente envolvendo carreta carregada de combustível causa congestionamento na BR-324

Não houve feridos, mas o impacto ocasionou o vazamento da carga na via
Polícia
Homem é assassinado a tiros no bairro Aviário

Homem é assassinado a tiros no bairro Aviário

O delegado Luís Smyslov Filgueira presidiu o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo...
Polícia
Acusado de matar ex-companheira é condenado a 39 anos de prisão

Acusado de matar ex-companheira é condenado a 39 anos de prisão

"É resposta a um crime que precisa ser combatido", diz delegada