Feira de Santana

Prefeito reitera pedido à Câmara de autorização de empréstimo para obras de drenagem

Ele observa que o investimento vai melhorar a infraestrutura da cidade, refletindo diretamente na qualidade de vida dos feirenses.

05/01/2023 07h36
Prefeito reitera pedido à Câmara de autorização de empréstimo para obras de drenagem
Foto: Rafael Marques

As fortes chuvas que caíram em Feira de Santana nos últimos dias evidenciaram o problema histórico da cidade em relação a rede de drenagem. Pontos de alagamentos, em locais crônicos, reiteram a necessidade de uma grande intervenção de infraestrutura urbana. Neste sentido o prefeito Colbert Martins Filho reforça o pedido junto à Câmara de Vereadores para que aprove o projeto de autorização para empréstimo no valor de R$ 246 milhões e 100 mil para a execução de obras de saneamento e mobilidade na sede e nos distritos.

“Fevereiro do ano passado houve chuvas intensas na nossa cidade. Janeiro de 2023, mais chuvas ainda. Problemas no Feira X, na Gabriela, na Conceição, na Mangabeira, na Ayrton Sena, na Fraga Maia, em Humildes, em Maria Quiteria, inundações em Jaguara, problemas em quase toda a nossa cidade. E isso se repete todos os anos. Queremos fazer um grande programa de drenagem urbana para evitar que isso continue a acontecer”, salienta Colbert.

Ele observa que o investimento vai melhorar a infraestrutura da cidade, refletindo diretamente na qualidade de vida dos feirenses. “Estamos reiterando um pedido que fizemos à Câmara de Vereadores em abril para que nós possamos tomar dinheiro emprestado para fazer a drenagem urbana. Estamos fazendo um apelo nesse momento a todos os nossos vereadores para que possamos ter esses recursos. Um projeto feito na Fundação de Engenharia da Escola Politécnica da UFBA, aplicado em nossa cidade para evitar as enchentes que normalmente ocorrem”, acrescenta.

O chefe do Executivo feirense observa que no dia 28 de dezembro um pedido semelhante, feito pela Prefeitura de Eunápolis, foi aprovado pelo Legislativo local, no valor de R$ 250 milhões. “Isso em uma cidade de 112 mil habitantes, muito menor que Feira de Santana, e que realmente precisa realizar investimentos em saneamento e infraestrutura, especialmente por ter sido muito afetada pelas chuvas nos últimos tempos”, observa.

INTERVENÇÕES

O projeto foi elaborado pela Fundação da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA), acompanhado pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan). Dentre as intervenções de saneamento, está prevista a recuperação da lagoa do Prato Raso, implantando redes de drenagem, além da drenagem e recuperação do entorno da Lagoa Grande, assim como implantação da rede de drenagem nas bacias do Pojuca, Subaé e Jacuípe.

Na parte de infraestrutura será projetada a construção da avenida Vale do Pojuca, ligando as avenidas Ayrton Sena e a Artêmia Pires, e a ampliação da avenida Ayrton Sena via Aeroporto. O valor será destinado ainda à construção de dois novos viadutos, sendo um ligando o Sobradinho ao Morada das Árvores e outro no conjunto Feira IX, na saída da rua Tomé de Souza.

Também a ligação do bairro Tomba com a BR 324, construção de ciclovias nas avenidas Noide Cerqueira, Francisco Fraga Maia e Maria Quitéria, além da duplicação da Artêmia Pires e a construção de uma avenida para ligar a Ayrton Sena com o Aeroporto João Durval Carneiro.

Comentários

Leia também

UFBA abre concurso público para professores com 25 vagas

Salários chegam a R$ 10 mil para quem tem Doutorado
Feira de Santana
Carlos Geílson volta à política local: “sempre estamos aptos a recomeçar”

Carlos Geílson volta à política local: “sempre estamos aptos a recomeçar”

O ex-parlamentar em contato com a reportagem do De Olho na Cidade, afirmou: “está confirmada,...
Feira de Santana
Projeto realiza castração solidária em Feira; saiba como ajudar

Projeto realiza castração solidária em Feira; saiba como ajudar

Para mais informações acesse o Instagram: @castradez.