Política

‘Precisamos manter uma boa relação com o Congresso’, diz Lula em 1ª reunião ministerial

‘Não tem veto ideológico para conversar e não tem assunto proibido em se tratando de coisas boas para o povo brasileiro’, disse o presidente

06/01/2023 12h06
‘Precisamos manter uma boa relação com o Congresso’, diz Lula em 1ª reunião ministerial
Foto: Reprodução / TV Brasil

Em sua primeira reunião ministerial após a posse, realizada nesta sexta-feira (6), no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reforçou junto a sua equipe a importância de estabelecer um bom trânsito junto ao Legislativo.

“Nós temos que saber que nós é que precisamos manter uma boa relação com o Congresso Nacional, e cada um de vocês, ministros, tem a obrigação de manter a mais harmônica relação com o Congresso Nacional”, declarou o mandatário.

“Quando a gente vai conversar a gente não está propondo um casamento, a gente está propondo aprovar matéria ou fazer uma aliança momentânea em torno de algum assunto que interessa ao povo brasileiro”, disse Lula, destacando o papel da política nas relações entre os poderes da República, com foco no interesse dos cidadãos. “Eu quero dizer para vocês que vou fazer a mais importante relação com o Congresso Nacional que eu já fiz”, salientou.

Ao se dirigir aos líderes do governo – José Guimarães (PT-CE), na Câmara; Jaques Wagner (PT-BA), no Senado e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), no Congresso -, Lula garantiu que estará aberto para a interlocução com parlamentares, independente de cores partidárias.

“Vocês não se preocupem, porque vocês vão ter um presidente disposto a fazer tantas quantas conversas forem necessárias com as lideranças, com os partidos políticos, com o presidente Rodrigo Pacheco e com o presidente Arthur Lira. Não tem veto ideológico para conversar e não tem assunto proibido em se tratando de coisas boas para o povo brasileiro”, prometeu.

“Eu tenho consciência que não é o Lira que precisa de mim, é o governo que precisa da boa vontade da presidência da Câmara. Não é o Pacheco que precisa de mim, é o governo que precisa de um bom relacionamento com o Senado. E assim nós vamos governar os quatro anos”, destacou o presidente.

Bahia.ba

Comentários

Leia também

Política
PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

PEC que perdoa dívidas de partidos políticos é aprovada na Câmara

Segundo estimativa da ONG da Transparência Partidária, o montante total das multas pode...
Política
“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

“Temos que tirar Feira do isolamento, especialmente interno”, afirma Zé Neto

Confrontado com críticas sobre as alianças com o estado e a União, que, segundo adversários,...
Política
Prisões de funcionários da Abin são realizadas mesmo com oposição da Procuradoria Geral da República

Prisões de funcionários da Abin são realizadas mesmo com oposição da Procuradoria Geral da República

Procuradoria Geral da República alega que medidas alternativas seriam suficientes para...