Política

‘Precisamos manter uma boa relação com o Congresso’, diz Lula em 1ª reunião ministerial

‘Não tem veto ideológico para conversar e não tem assunto proibido em se tratando de coisas boas para o povo brasileiro’, disse o presidente

06/01/2023 12h06
‘Precisamos manter uma boa relação com o Congresso’, diz Lula em 1ª reunião ministerial
Foto: Reprodução / TV Brasil

Em sua primeira reunião ministerial após a posse, realizada nesta sexta-feira (6), no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reforçou junto a sua equipe a importância de estabelecer um bom trânsito junto ao Legislativo.

“Nós temos que saber que nós é que precisamos manter uma boa relação com o Congresso Nacional, e cada um de vocês, ministros, tem a obrigação de manter a mais harmônica relação com o Congresso Nacional”, declarou o mandatário.

“Quando a gente vai conversar a gente não está propondo um casamento, a gente está propondo aprovar matéria ou fazer uma aliança momentânea em torno de algum assunto que interessa ao povo brasileiro”, disse Lula, destacando o papel da política nas relações entre os poderes da República, com foco no interesse dos cidadãos. “Eu quero dizer para vocês que vou fazer a mais importante relação com o Congresso Nacional que eu já fiz”, salientou.

Ao se dirigir aos líderes do governo – José Guimarães (PT-CE), na Câmara; Jaques Wagner (PT-BA), no Senado e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), no Congresso -, Lula garantiu que estará aberto para a interlocução com parlamentares, independente de cores partidárias.

“Vocês não se preocupem, porque vocês vão ter um presidente disposto a fazer tantas quantas conversas forem necessárias com as lideranças, com os partidos políticos, com o presidente Rodrigo Pacheco e com o presidente Arthur Lira. Não tem veto ideológico para conversar e não tem assunto proibido em se tratando de coisas boas para o povo brasileiro”, prometeu.

“Eu tenho consciência que não é o Lira que precisa de mim, é o governo que precisa da boa vontade da presidência da Câmara. Não é o Pacheco que precisa de mim, é o governo que precisa de um bom relacionamento com o Senado. E assim nós vamos governar os quatro anos”, destacou o presidente.

Bahia.ba

Comentários

Leia também

Política
Secretário Angelo Almeida expõe expectativas com o atual governo

Secretário Angelo Almeida expõe expectativas com o atual governo

Angelo pretende intensificar seus trabalhos para combater a desigualdade social, com destaque...
Política
Rodrigo Pacheco, do PSD, é reeleito e comandará Senado até 2025

Rodrigo Pacheco, do PSD, é reeleito e comandará Senado até 2025

Resultado foi definido em primeiro turno. Pacheco recebeu 49 votos contra 32 do seu adversário...
Política
Lúcio Vieira diz que Colbert foi convidado a se retirar do MDB

Lúcio Vieira diz que Colbert foi convidado a se retirar do MDB

"Ele foi convidado a se retirar", declara presidente de honra.