Polícia

Polícia diz que bolsonarista não assassinou petista por motivação política

A delegada informou que Guaranho foi até o local do aniversário com o objetivo de fazer uma provocação

15/07/2022 12h11
Polícia diz que bolsonarista não assassinou petista por motivação política
Foto: Marcos Landim/RPC

Segundo a Polícia Civil do Paraná, o policial penal bolsonarista Jorge Guaranho não assassinou o tesoureiro do PT, Marcelo Arruda, por motivação política. Guaranho foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e causar perigo comum. As informações são do G1.

“Para você enquadrar em crime político, tem que enquadrar em alguns requisitos. É complicado a gente dizer que esse homicídio ocorreu porque o autor queria impedir os direitos políticos da vítima. Ele tinha a intenção de provocar. E a gente avalia que a escalada da discussão entre os dois fez com que o autor voltasse e praticasse o homicídio. Parece mais uma coisa que se tornou pessoal”, afirmou delegada Camila Cecconello.

O crime aconteceu no último sábado (9), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Arruda, de 50 anos, foi morto a tiros na própria festa de aniversário, que tinha como tema o Partido dos Trabalhadores (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Guaranho foi ferido pelo guarda municipal, que também estava armado, e está internado em um hospital da cidade em estado grave. Ele teve prisão preventiva decretada na segunda (11).

A delegada informou que Guaranho foi até o local do aniversário com o objetivo de fazer uma provocação. Testemunhas disseram que o policial penal chegou em um carro com a mulher e um bebê. Além disso, o carro do atirador tocava uma música de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo as investigações, o atirador tomou conhecimento por meio de uma outra pessoa que estava no churrasco e tinha acesso às imagens de câmera de segurança da associação onde o aniversário de Marcelo estava acontecendo. Em seguida, de acordo com a delegada, Guaranho não fez comentários a respeito da festa. Apesar disso, o policial penal deixou o churrasco onde estava e foi para o local onde era realizado o aniversário de Marcelo.

*Bahia Notícias

Comentários

Leia também

Polícia
Polícia Militar apreende seis armas de fogo em Feira de Santana em pouco mais de 24h

Polícia Militar apreende seis armas de fogo em Feira de Santana em pouco mais de 24h

Além das armas, drogas foram apreendidas e um mandado de prisão foi cumprido
Polícia
Foragido de Goiás é preso na Bahia

Foragido de Goiás é preso na Bahia

Homem foi encontrado durante fiscalização da PRF no km 794 da rodovia federal.
Polícia
Fuzil e 30 kg de maconha são apreendidos em Feira de Santana

Fuzil e 30 kg de maconha são apreendidos em Feira de Santana

Caso aconteceu neste sábado (3), no bairro de Feira IV, após uma denúncia anônima....