Polícia

Polícia Civil baiana prende quatro em operação nacional

Os presos são investigados por prática de crimes de pirataria virtual em Eunápolis e Porto Seguro

21/06/2022 12h18
Polícia Civil baiana prende quatro em operação nacional
Foto: Ascom PC

Quatro envolvidos com crimes de pirataria virtual foram presos por policiais da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis) na manhã desta terça-feira (21), durante a deflagração da quarta fase da ‘Operação 404’, nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro. A ação faz parte de uma mobilização internacional coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Ministério da Justiça e Segurança Pública), Polícias Civis de diversos estados brasileiros e Agências de Aplicação da Lei dos Estados Unidos e Reino Unido.

Durante o cumprimento de prisão temporária e busca e apreensão, foram apreendidos automóveis de luxo, computadores e documentos que ajudarão na investigação. Participam da operação nacional policiais da Bahia, Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pará e Pernambuco.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a sede da Coorpin, em Eunápolis, onde passaram por exames de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica e seguem à disposição da Justiça. O nome “Operação 404” faz referência ao código de resposta do protocolo HTTP para indicar que a página não foi encontrada ou está indisponível.

Comentários

Leia também

Polícia
Traficantes são presos com drogas e dinheiro no bairro Aviário

Traficantes são presos com drogas e dinheiro no bairro Aviário

Uma guarnição fazia rondas pelo bairro e avistou dois suspeitos na rua B, que ao perceberem...
Polícia
Mais seis foragidos são capturados após alerta do Reconhecimento Facial no final de semana

Mais seis foragidos são capturados após alerta do Reconhecimento Facial no final de semana

Com as últimas prisões, sobe para três o números de localizados, nas últimas dias...
Polícia
Com 500 quilos de cocaína, aeronave é interceptada pela FAB

Com 500 quilos de cocaína, aeronave é interceptada pela FAB

Aeronave entrou no espaço aéreo brasileiro sem autorização