Bahia

Plano Estratégico Ferroviário da Bahia é entregue ao PPI do Governo Federal

O Plano Ferroviário da Bahia é uma iniciativa conjunta realizada pela Seplan e a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral

17/03/2023 12h04
Plano Estratégico Ferroviário da Bahia é entregue ao PPI do Governo Federal
Foto: Divulgação | Ascom

Presente em Brasília para participar do Fórum Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento, o secretário baiano, Cláudio Peixoto, acompanhado pelo superintende de Planejamento Estratégico da Secretaria Estadual do Planejamento – Seplan, Ranieri Muricy, teve um encontro, na quinta-feira (16), com o secretário especial do PPI – Programa de Parceria de Investimentos do Governo Federal, Marcus Cavalcanti, quando foi entregue o Plano Estratégico Ferroviário da Bahia.

Resultado de um estudo contratado junto à Fundação Dom Cabral, o Plano Ferroviário da Bahia é uma iniciativa conjunta realizada pela Seplan e a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral. O principal desafio apontado pelo plano, que foi tema de um evento promovido pela Federação das Indústrias da Bahia (FIEB), no último mês de fevereiro, é a necessidade de aumentar a competitividade do setor mineral baiano, o terceiro maior produtor de minérios do país, a partir da superação dos entraves existentes na logística de transporte.

Entre as propostas sinalizadas, destaque para a criação de novos ramais ferroviários e a implantação da carga geral, que permite a circulação de diversos tipos de mercadorias, a exemplo de produtos manufaturados, combustíveis, alimentos e bebidas processados e outros produtos com maior valor agregado. Além da necessidade de construção e reforma da malha ferroviária existente para que o estado siga o padrão utilizado em grande parte do país, facilitando o deslocamento das cargas entre ramais ferroviários distintos.

Para o secretário do Planejamento, Cláudio Peixoto, com a posse do presidente Lula e as chegadas do ministro Rui Costa na Casa Civil e do secretário Marcus Cavalcanti no PPI, a Bahia volta a ter relevância no cenário nacional. “Estamos atualizando os nossos instrumentos de planejamento de longo e médio prazo, que são o PDI – Plano de Desenvolvimento Integrado Bahia 2035 e o PPA – Plano Plurianual de Investimentos (2024-2027) e este alinhamento de pautas e projetos com o Governo Federal é fundamental, especialmente, na área da infraestrutura ferroviária e demais modais de transporte para o desenvolvimento da economia baiana, tornando-a mais competitiva e, portanto, atrativa para os investidores”.

Comentários

Leia também

Bahia
Ministério da Saúde destina R$ 54 milhões para construções de UBS na Bahia

Ministério da Saúde destina R$ 54 milhões para construções de UBS na Bahia

A Bahia já tinha sido contemplada com o investimento de R$ 93 milhões para a construção...
Bahia
Governador deve inaugurar escola em Anguera nos próximos dias

Governador deve inaugurar escola em Anguera nos próximos dias

De acordo com o prefeito Mauro Vieira, o novo colégio será um marco significativo para...
Bahia
Prefeito de Candeal participa da 25ª Marcha dos Prefeitos em Brasília

Prefeito de Candeal participa da 25ª Marcha dos Prefeitos em Brasília

A visita ao Distrito Federal tem como objetivos participar da marcha e buscar emendas parlamentares...