Feira de Santana

PIB de Feira de Santana pode aumentar R$ 10 bilhões com regularização fundiária, diz advogado

A regularização fundiária em Feira de Santana pode aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) em R$ 10 bilhões. A afirmação é do advogado Fidel Antonio de Carvalho, que defende a aplicação da Lei no 13.465 de 2017, que dispõe sobre a regularização fundiária rural e urbana. Presente na sessão especial realizada pela Câmara Municipal nesta […]

29/08/2022 17h07
PIB de Feira de Santana pode aumentar R$ 10 bilhões com regularização fundiária, diz advogado

A regularização fundiária em Feira de Santana pode aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) em R$ 10 bilhões. A afirmação é do advogado Fidel Antonio de Carvalho, que defende a aplicação da Lei no 13.465 de 2017, que dispõe sobre a regularização fundiária rural e urbana. Presente na sessão especial realizada pela Câmara Municipal nesta segunda-feira (29), com o objetivo promover o debate sobre a temática, ele disse que os atores responsáveis pela execução desta legislação são o prefeito e os cartórios.

Além de aumentar a arrecadação de tributos, a regularização fundiária vai proporcionar segurança jurídica aos proprietários de imóveis, possibilitar o recebimento de créditos bancários e a inscrição em programas habitacionais, acrescenta Fidel Antonio. Na zona rural, estes benefícios são ainda mais significativos para a população que adquiriu terras oriundas de desmembramentos irregulares, diz a advogada Cristine Nascimento. Sem a devida documentação, muitas pessoas sofrem com a falta de saneamento básico, do fornecimento de água e ainda podem ocupar áreas de proteção ambiental. Ainda segundo Cristine, o acesso à saúde e educação também ficam comprometidos.

Propositor da sessão especial, o vereador Jurandy Carvalho (PL) diz que a falta de escritura é um problema que atinge cerca de 70% da população da zona rural, especialmente no distrito de Ipuaçu. Para solucionar a questão, ele pede que as autoridades competentes se mobilizem para regularizar o máximo de terrenos em Feira de Santana. Neste sentido, será realizada, na tarde de amanhã (30), uma reunião com a secretária de Habitação, Cíntia Machado, que poderá dar andamento às demandas discutidas durante a sessão. Em apoio, o vereador Pastor Valdemir (PV) sugere que seja criada, durante a reunião, uma comissão que acompanhe o processo de regularização fundiária no município. “Não podemos permitir que o assunto morra”.

*Secom

Comentários

Leia também

Feira de Santana
Colégio recém-inaugurado tem módulo interditado em Feira de Santana

Colégio recém-inaugurado tem módulo interditado em Feira de Santana

A unidade de ensino foi inaugurada nesta segunda-feira(19) e teve investimentos de cerca...
Feira de Santana
Prefeito Colbert revela motivo de não comparecer à conferência para tratar sobre casos de dengue

Prefeito Colbert revela motivo de não comparecer à conferência para tratar sobre casos de dengue

O prefeito revelou que não pode comparecer ao evento no sábado pela manhã.
Feira de Santana
Três Unidades de Saúde da Família retomam atendimentos após chuvas

Três Unidades de Saúde da Família retomam atendimentos após chuvas

A comunidade afetada pela suspensão temporária de atendimentos pode buscar assistência...