Polícia

PF aciona Exército e deve abrir inquérito sobre furto de arsenal de guerra

A superintendência da Polícia Federal em São Paulo já enviou ofícios ao Exército solicitando informações sobre o caso

25/10/2023 10h33
PF aciona Exército e deve abrir inquérito sobre furto de arsenal de guerra
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Federal (PF) deve abrir um inquérito para apurar o furto das 21 armas do Arsenal de Guerra do Exército, em Barueri (SP). Até então, havia apenas um inquérito militar, mas chamou a atenção da PF o fato da corporação sequer ter sido acionada para ser comunicada sobre o ocorrido.

As informações são do colunista Paulo Cappelli, do portal Metrópoles. De acordo com ele, a superintendência da PF em São Paulo já enviou ofícios ao Exército solicitando informações sobre o caso. A partir disso, a tendência é que um inquérito preliminar seja aberto.

Por enquanto, a etapa em andamento é a chamada notícia-crime, procedimento que antecede a decisão de abertura ou não de um inquérito policial. Como se trata do furto de um patrimônio da União, a corporação tem competência para atuar no caso.

Até o momento, sete militares já foram apontados como suspeitos de envolvimento e outros 20 são investigados por suposta negligência. Das 21 armas, 17 já foram recuperadas. A Segurança Público de São Paulo (SSP-SP) já confirmou que essas armas seriam negociadas com facções criminosas.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Polícia
Tenente-coronel Hildon Lobão é exonerado de cargo da Polícia Militar

Tenente-coronel Hildon Lobão é exonerado de cargo da Polícia Militar

Hildon Lobão ocupava o cargo de chefe do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos...
Polícia
Investigados por homicídios são presos em Feira de Santana com arma e drogas

Investigados por homicídios são presos em Feira de Santana com arma e drogas

A dupla integra um grupo criminoso com atuação naquela cidade