Educação

Pesquisa de Vigilância em Saúde Mental da Uefs investiga impactos da pandemia da Covid-19 em Feira

Proposta da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), o projeto “Vigilância em Saúde Mental: coorte da população de Feira de Santana, Bahia, Brasil” deu início, nesta última semana, às atividades da pesquisa que pretende abranger, em entrevista domiciliar, um público de até 5 mil pessoas para avaliar a situação de pós-pandemia da Covid-19 no […]

01/06/2022 12h33
Pesquisa de Vigilância em Saúde Mental da Uefs investiga impactos da pandemia da Covid-19 em Feira
Foto: Divulgação

Proposta da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), o projeto “Vigilância em Saúde Mental: coorte da população de Feira de Santana, Bahia, Brasil” deu início, nesta última semana, às atividades da pesquisa que pretende abranger, em entrevista domiciliar, um público de até 5 mil pessoas para avaliar a situação de pós-pandemia da Covid-19 no contexto do território urbano. O estudo tem previsão de durar de oito a doze meses. É desenvolvido em parceria interinstitucional firmada com as Universidades Federais da Bahia (UFBA), do Recôncavo da Bahia (UFRB) e do Mato Grosso do Sul (UFMS); Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj); localmente, com as Secretarias de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e Municipal de Feira de Santana (SMS) e com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Em âmbito geral, o estudo é coordenado pela docente da Uefs, doutora Tânia Maria de Araújo. A coordenação do trabalho de campo é composta pela professora da Uefs, Ariane Cedraz Morais, pela enfermeira formada por esta universidade, Natália Araújo, ambas doutorandas; e pelo enfermeiro doutor Jules Ramon, que faz estágio de pós-doutorado. Todos estes pesquisadores estão vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC), através do Departamento de Saúde da Uefs (DSAU). Pesquisa de campo domiciliar, a coleta de dados será realizada por 15 pessoas, que foram treinadas e acompanhadas pela equipe da Uefs e devem entrevistar as populações em residências, “de porta em porta”, conforme a distribuição por bairros e ruas de Feira que configura a amostra [grupo de cidadãos que respondem à pesquisa].

Especificamente, o estudo poderá elaborar um instrumento de mensuração dos impactos da pandemia em dimensões da vida; mapear os serviços/ações de atenção à saúde mental nos territórios; caracterizar a frequência e fatores associados aos transtornos mentais e suicídio em populações com 15 anos ou mais de idade (contemplando, portanto, adolescentes, jovens, adultos e idosos); rastrear transtornos mentais relacionados ao trabalho e à Covid-19; e monitorar a situação de saúde mental e Covid-19, com ênfase na atuação-integração da Atenção Básica de Saúde. Com embasamento científico, a pesquisa considera indicadores socioeconômicos e de vulnerabilidade (intersecções de gênero, raça/cor da pele, geração, escolaridade, trabalho e renda) para análise de dados, à nível nacional e internacional.

As atividades de pesquisa ocorrem de segunda à sábado, das 8h às 18h. Para garantir segurança e transparência de ações às pessoas que estão sendo entrevistadas, os profissionais que conduzem cada pesquisa domiciliar portam crachá, roupa e acessórios que estampam seus respectivos nomes e as logomarcas da Uefs e do Núcleo de Epidemiologia da Uefs (NEPI), responsável pelo estudo. A partir desta pesquisa, será possível elaborar um Plano de Atenção à Saúde Mental; propor protocolos de rastreamento e investigação clínico-epidemiológica de transtornos mentais para uso no acolhimento e triagem, especialmente na Atenção Básica em Saúde e no Cerest; ofertar cursos de capacitação em Epidemiologia, Saúde Mental e Trabalho; e produzir material para ampla divulgação dos resultados e ações.

Comentários

Leia também

Educação
Prazo para pedir reaplicação do Enem termina nesta sexta 

Prazo para pedir reaplicação do Enem termina nesta sexta 

Novas provas serão nos dias 10 e 11 de janeiro
Educação
Estudantes de Humildes participam de concurso de fotografia

Estudantes de Humildes participam de concurso de fotografia

As 500 fotografias foram produzidas nas aulas de artes
Educação
Curso de Odontologia da Ufba anuncia saída do Sisu por evasão e nota de corte

Curso de Odontologia da Ufba anuncia saída do Sisu por evasão e nota de corte

Seleção de estudantes a partir de 2023.1 levará em consideração as notas do Enem. ...