Política

Pesquisa BTG/FSB: Lula chega a 46%; Bolsonaro mantém 32%

Com saída de Doria da corrida presidencial, petista ampliou vantagem no cenário estimulado. No espontâneo, diferença é menor

30/05/2022 12h09
Pesquisa BTG/FSB: Lula chega a 46%; Bolsonaro mantém 32%
Foto: Montagem/ Divulgação

Pesquisa do Instituto FSB, encomendada pelo BTG Pactual e divulgada nesta segunda-feira (30/5), mostra que, após a saída de João Doria (PSDB) da corrida presidencial, cresceu a vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Jair Bolsonaro (PL) nas intenções de voto. No cenário estimulado — quando os candidatos são apresentados para os eleitores –, o petista alcançou 46%, cinco pontos percentuais a mais que no último levantamento, enquanto Bolsonaro manteve os 32%.

Na estimulada para o primeiro turno, atrás de Lula e Bolsonaro, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 9%, seguido de Simone Tebet (MDB), com 2%, e André Janones (Avante), 1%. Felipe D’Ávila (Novo), José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU), Sofia Manzano (PCB), Luciano Bivar (União Brasil) e Leonardo Péricles (UP) somaram 1%.

Do total, 5% declararam que não votariam em ninguém, enquanto 2% optariam por branco ou nulo. Já 1% não soube ou não respondeu.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, que não indica as opções de voto para os eleitores, a diferença entre o petista e o presidente é menor. Lula aparece com 41%, enquanto Bolsonaro marca 29%. Ainda foram citados Ciro Gomes, com 3%, e Felipe D’Ávila e Simone Tebet, que tiveram 1% cada. Os outros candidatos somaram 2%.

Os que não souberam ou não responderam somam 13% e 3% afirmaram que votariam em branco ou nulo. Já 6% não votariam em ninguém.

Aprovação do governo

Assim como a intenção de voto, a avaliação do governo Bolsonaro ficou estável: 29% de ótimo/bom, 20% de regular e 50% de ruim/péssimo. A avaliação do desempenho pessoal do presidente também ficou estável, com 35% de aprovação e 60% de desaprovação.

A pesquisa foi feita de sexta-feira (27/5) a domingo (29/5), com 2 mil entrevistados. De acordo com o instituto, a margem de erro é de dois pontos percentuais e o índice de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-03196/2022.

Comentários

Leia também

Política
Quase 1,3 milhão declararam algum tipo de deficiência nas eleições deste ano, diz TSE

Quase 1,3 milhão declararam algum tipo de deficiência nas eleições deste ano, diz TSE

Este é um aumento de 35% comparado com às eleições de 2018.
Política
Lula indica preferência por Mauro Vieira no Palácio do Itamaraty

Lula indica preferência por Mauro Vieira no Palácio do Itamaraty

Ex-chanceler de Dilma Rousseff teria o apoio de Celso Amorim, que deve ser ocupar um cargo...
Política
Rui Costa expressa solidariedade às famílias baianas afetadas pelas fortes chuvas

Rui Costa expressa solidariedade às famílias baianas afetadas pelas fortes chuvas

Através de suas redes sociais, o governador também explicou quais medidas serão tomadas...