Política

Pesquisa AtlasIntel/A Tarde indica empate técnico entre Jerônimo Rodrigues e ACM Neto 

Levantamento mostra ex-prefeito com 38,8% e o petista com 37,8%

05/08/2022 08h16
Pesquisa AtlasIntel/A Tarde indica empate técnico entre Jerônimo Rodrigues e ACM Neto 
Fotos: Divulgação / Ascom

Se o pleito fosse hoje, o novo governador seria escolhido em um segundo turno. É o que mostram os resultados da nova rodada da pesquisa A TARDE/AtlasIntel. Os candidatos ACM Neto (União Brasil) e Jerônimo Rodrigues (PT) estão tecnicamente empatados, o primeiro com 38,8% das intenções de voto, e o segundo com 37,8%. Em seguida aparecem o candidato do PL, João Roma, que soma 13,2%, Kléber Rosa (PSOL), com 1,4%, e Giovani Damico com 0,1% dos votos. Somados, votos brancos e nulos e a categoria dos que não souberam em quem votar atingem 8,6% dos entrevistados.

Na comparação com o levantamento anterior do instituto, publicado no dia 17 de julho, o candidato petista foi o que mais cresceu dentre os que aparecem na preferência dos eleitores. Jerônimo subiu 5,2 pontos percentuais, enquanto o ex-prefeito de Salvador recuou 0,9 ponto. João Roma subiu 2,7 pontos.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidas 1.600 pessoas, no período de 30/07/2022 a 04/08/2022), contemplando 329 municípios baianos.

Segundo turno

A pesquisa ainda ouviu os eleitores sobre um eventual segundo turno, apresentando três cenários. No confronto entre Neto e Jerônimo, novamente há empate técnico: 42,7% contra 39,9%. Na disputa entre ACM Neto e João Roma, o primeiro sairia vencedor, com 49,7%, contra 25,3% do segundo.

O ex-ministro da Cidadania também sairia derrotado se enfrentasse o candidato petista. Nessa hipótese, Roma teria apenas 23,8% dos votos, enquanto Jerônimo seria eleito com 48,2%.

Eleição nacionalizada

Como historicamente acontece na Bahia, a eleição para presidente da República incide sobre a escolha dos candidatos dos baianos no nível local. A pesquisa apresentou aos respondentes o nome do pleiteante à Presidência ao lado do candidato ao governo baiano.

Para quem vota em Luiz Inácio Lula da Silva para o Planalto, 57,9% optam por Jerônimo Rodrigues, enquanto 29% escolhem ACM Neto. Para quem diz votar em Jair Bolsonaro, 51,2% escolhem João Roma e 38,7% Neto. “Os mais pobres e com menor instrução tendem a cruzar o voto entre Lula e ACM, são eleitores que não acompanham o noticiário e não olham as eleições de maneira ideológica. A campanha de Jerônimo vai focar nesses eleitores, a associação com Lula pode reverter o quadro. Quanto mais pobre o eleitor, mais provável a associação com Lula”, analisa o doutor em ciência política Andrei Roman, CEO do Instituto AtlasIntel.

De acordo com a pesquisa, é expressivo o número de eleitores que já escolheram o candidato à Presidência, mas que ainda não se decidiram sobre o Governo da Bahia. 55% dos entrevistados disseram que ainda não sabem em quem irão votar para o Palácio de Ondina. A quantidade de votos brancos e nulos também é grande, com 34,9%.

Segmentação

O levantamento também cruzou os dados dos respondentes e verificou que entre os homens, Jerônimo Rodrigues é o preferido (43,1%), enquanto ACM Neto lidera entre as mulheres (44,6%). No quesito nível educacional, Jerônimo é o escolhido pela maioria dos que têm Ensino Superior e Médio, com 45,4% e 44,5%. Já Neto é o preferido dos que têm até o Ensino Fundamental, com 47%.

Quanto à faixa-etária, ACM Neto está na preferência de quem tem de 16-24 anos (60,1%) e 35-44 (37,6%). Já Jerônimo é mais citado entre quem tem 25-34 (44,1%), 45-59 (46,3%) e os idosos, entre 60-100 (39,4%). “Eleitores jovens têm nítida preferência por ACM Neto. Quanto mais velho, mais forte a preferência por Jerônimo, seja pela memória enraizada do PT ou por conhecer o legado do carlismo”, diz Roman.

Senado

Ao que parece, a maioria dos baianos já se decidiu sobre a vaga do Senado pela Bahia. No levantamento A TARDE/AtlasIntel, o senador Otto Alencar tem 39,2% dos votos. Ele é seguido de longe pela candidata do PL, Raíssa Soares (16,2%), Cacá Leão (PP), com 12,9%, Tâmara Azevedo (PSOL), com 5%, e votos brancos, nulos ou que não souberam somam 26,7%. Alencar domina a preferência dos eleitores em todos os segmentos.

Presidente

No que depender dos baianos, Luiz Inácio Lula da Silva é eleito com folga no primeiro turno das eleições deste ano. 63,9% dizem votar no petista em outubro, contra 25,3% que afirmaram votar em Jair Bolsonaro. Ciro Gomes surge em terceiro (4,3%), seguido por André Janones (AVANTE), com 2,2%, Simone Tebet (MDB), com 2%, Vera Lúcia (PSTU), com 1,2%. Os outros candidatos à Presidência apresentados pela pesquisa juntos somam 0,7% das intenções de voto do eleitorado baiano. Votos branco, nulo ou que não souberem ficam em 0,3%.

Lula domina também em todos os segmentos elencados pela pesquisa. Sobretudo as intenções de voto das mulheres (72,3%), dos jovens de 16-24 anos (82,6%), entre os católicos (70,6%), outras religiões (71,9%) e agnósticos/ateus (81,3%).

*Com informações A Tarde

Comentários

Leia também

Política
Lula deve se reunir com Biden e Bernie Sanders nos EUA

Lula deve se reunir com Biden e Bernie Sanders nos EUA

Encontro de Lula e Sanders deve acontecer em 10 de fevereiro
Política
Em ato inédito, Jerônimo Rodrigues fará aula inaugural da rede estadual no interior

Em ato inédito, Jerônimo Rodrigues fará aula inaugural da rede estadual no interior

O evento acontecerá na cidade de Amélia Rodrigues, na manhã da próxima segunda-feira...
Política
Coronel Anselmo Brandão é nomeado para cargo no governo de Jerônimo

Coronel Anselmo Brandão é nomeado para cargo no governo de Jerônimo

O militar concorreu as disputas eleitorais de 2022, como deputado federal, mas não obteve...