Bahia

Otto Alencar dá nome a circuito de vaquejadas na Bahia

Segmento reconhece esforço do senador para aprimorar a prática esportiva e cultural

13/09/2022 07h03
Otto Alencar dá nome a circuito de vaquejadas na Bahia

Em termos de mobilização de público e movimentação da economia no Nordeste, as vaquejadas perdem apenas para o futebol. Por ano, atraem cerca de 650 mil pessoas no Brasil. Para algumas cidades do interior baiano, como Serrinha e Santa Bárbara, representam a principal fonte de geração de emprego e renda, movimentando toda uma cadeia produtiva que extrapola as apostas nos rodeios. Envolve, por exemplo, vaqueiros, narradores, juízes de vaquejada, tratadores, veterinários, indústrias de couro, ração, medicamentos, até atrações culturais. Sem falar na mão de obra informal e ambulantes, fornecedores de alimentação, hospedagem, bebidas e confecções.

E foi pensando nisso que o senador Otto Alencar (PSD/BA) conseguiu apoio para aprovação, no Congresso Nacional, em junho de 2017, da Emenda Constitucional 96, de sua autoria, que autoriza a prática da vaquejada no país. A PEC acrescentou um parágrafo ao artigo 225 da Constituição Federal, determinando que as práticas desportivas e manifestações culturais com animais não sejam consideradas cruéis. Por essa iniciativa o senador teve o reconhecimento do segmento, que inclusive deu seu nome a um circuito de vaquejadas que ocorre anualmente reunindo eventos da Bahia e Sergipe.

Homenageado com o Circuito Senador Dr Otto Alencar de Vaquejada, ele comemora o retorno das competições, lembrando que ela só foi possível graças à mobilização da sociedade para forçar o presidente da República a comprar vacina para imunizar a população contra a Covid-19. Uma luta que também teve no senador um destaque em nível nacional, com sua atuação na CPI da Covid.

“Se as pessoas que, como eu, adoram uma cavalgada, puderam voltar a participar, por exemplo, da tradicional Vaquejada da Independência, no Parque João Levy, em Santa Bárbara, como tantas outras pelo Brasil a fora, e sem máscaras, foi porque nós lutamos no Senado para obrigar esse governo federal negacionista a botar a vacina no braço das pessoas”, declarou Otto. Lembrou, também, que só a famosa Vaquejada de Serrinha, conhecida como a Maior Vaquejada do Mundo, realizada no Parque Maria do Carmo, gera mais de 1500 empregos diretos e mais de 5000 indiretos, atraindo cerca de 60 mil pessoas por dia, com shows de artistas do cenário nacional.

Promotor da Vaquejada de Serrinha, Vardinho Serra foi um dos idealizadores da homenagem.

Para o veterinário Valmir Veloso, experiente em vaquejadas e que participou do evento de Santa Bárbara no último final de semana, a comprovação de crueldade animal é hoje um quesito de desclassificação dos infratores. “Para existir a vaquejada tem que ter veterinários dentro do parque, ele é o responsável técnico pelo bem-estar animal. Ele acompanha todo o andamento da corrida, verifica que não haja maus-tratos, porque se algum vaqueiro se exceder ele é desclassificado da prova”, explicou.

Como exemplo das exigências o veterinário citou o uso do protetor de cauda: “Para que não seja partida a cauda do boi, o vaqueiro não pega mais na cauda, só no protetor, que passou por testes em universidade e não causa dano nenhum ao animal”.

O vaqueiro Rui Leão, um dos que disputaram a vaquejada no parque João Levy, é outro que reconhece que a atuação firme do senador foi crucial para que os eventos tenham voltado a acontecer. “Graças a Deus o nosso senador Otto Alencar chegou junto com a gente. Temos muito a agradecer a ele, porque quase que a gente não ia ter mais vaquejada. E muita gente é sustentada pela vaquejada, do tratador ao vaqueiro, a quem trabalha no curral. Agora nós que temos que estar junto dele”, propôs.

Comentários

Leia também

Bahia
Urnas deixam centro do TRE-BA e são levadas para zonas eleitorais

Urnas deixam centro do TRE-BA e são levadas para zonas eleitorais

Pouco mais de cinco mil equipamentos foram encaminhados às zonas com a participação...
Bahia
Municípios baianos proíbem a venda de bebidas alcoólicas durante este domingo

Municípios baianos proíbem a venda de bebidas alcoólicas durante este domingo

A decisão foi tomada com o objetivo de diminuir o número de brigas relacionadas a questões...
Bahia
Conceição da Feira: Praça lotada na primeira noite da Consciência Cristã

Conceição da Feira: Praça lotada na primeira noite da Consciência Cristã

Moradores de Conceição da Feira e demais localidades marcaram presença na festividade...