Polícia

Operação policial resulta na prisão de suspeita de estelionato em Feira de Santana

De acordo com as investigações em curso, a mulher teria utilizado uma empresa fictícia para enganar suas vítimas

14/05/2024 16h32
Operação policial resulta na prisão de suspeita de estelionato em Feira de Santana
Foto: divulgação

Na segunda-feira (13), equipes do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (DEIC), por meio da Delegacia de Repressão a Furtos (DRFR), deram início a uma operação para cumprir um mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara Criminal da comarca de Feira de Santana. O mandado era contra uma suspeita de envolvimento em crimes de estelionato.

De acordo com as investigações em curso, a mulher teria utilizado uma empresa fictícia para enganar suas vítimas, se passando por funcionária dessa empresa, conquistando a confiança principalmente de aposentados e idosos. Ela os convencia a contrair empréstimos bancários sucessivos, lesando-os financeiramente.

Os prejuízos causados por essas ações estão estimados em aproximadamente R$200.000,00 (duzentos mil reais). Além dos crimes cometidos na Bahia, a suspeita enfrenta processos criminais semelhantes nos estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Após sua prisão, ela foi encaminhada ao Complexo Policial do Sobradinho, onde permanecerá sob custódia, aguardando as determinações da Justiça.

Comentários

Leia também

Polícia
Vinte suspeitos já foram alcançados durante operação integrada da Polícia Civil com o MP

Vinte suspeitos já foram alcançados durante operação integrada da Polícia Civil com o MP

As ações acontecem em 15 cidades do interior e da RMS, e no sistema penitenciário
Polícia
Polícia Civil deflagra operação contra organização criminosa no interior

Polícia Civil deflagra operação contra organização criminosa no interior

Denominada de Premium Mandatum, a ação visa cumprir dezenas de mandados de prisão e...
Polícia
Homem é morto a tiros no bairro Campo Limpo

Homem é morto a tiros no bairro Campo Limpo

A polícia aguarda familiares para proceder com a identificação da vítima.