Brasil

Número de mortos sobe para 169 no RS; nível do Guaíba segue acima dos 4 metros

A Defesa Civil do estado informou também que 56 pessoas seguem desaparecidas.

26/05/2024 15h34
Número de mortos sobe para 169 no RS; nível do Guaíba segue acima dos 4 metros
Foto: Maiquel Moura/Defesa Civil

Chegou 169 o número de mortos em razão dos temporais e enchentes no Rio Grande do Sul. No boletim mais atualizado, divulgado às 9h deste domingo (26), a Defesa Civil do estado informou também que 56 pessoas seguem desaparecidas. Outras quatro morreram de leptospirose, após contato com água contaminada e há 800 casos suspeitos da doença.

Na manhã deste domingo, o nível do Guaíba permanece estável, porém, ainda acima dos 4 metros. As chuvas intensas da última quinta-feira (23) causaram o aumento do nível da água, que subiu por bueiros. Em resposta, a prefeitura decidiu fechar as comportas com sacos de areia para evitar que a água do lago invadisse a cidade.

Em algumas áreas de Porto Alegre as ruas seguem tomadas por lixos e entulhos, em consequência do recuo do nível da água. Já em outras regiões, como na Zona Norte, a água ainda não baixou e os moradores não conseguem voltar para casa.

Desde o último dia 10 de maio, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) já retirou mais de sete mil toneladas de resíduos das ruas, entre móveis estragados, lodo acumulado e varrição, de acordo com dados da Prefeitura da capital gaúcha.

*Com informações Metro 1

Comentários

Leia também

Brasil
Justiça Federal de Porto Alegre suspende leilão para compra de arroz importado

Justiça Federal de Porto Alegre suspende leilão para compra de arroz importado

Aquisição é para conter preço do alimento, que subiu em até 40%; ainda cabe recurso...
Brasil
Mega-Sena acumula, e prêmio estimado para terça-feira é de 95 milhões

Mega-Sena acumula, e prêmio estimado para terça-feira é de 95 milhões

Acertadores da quina foram 126, e caberá a cada um R$ 45,7 mil
Brasil
Parada LGBT+ de SP chama atenção para a política

Parada LGBT+ de SP chama atenção para a política

Público chega cedo à Paulista e resgata o verde-amarelo