Mundo

Novembro bate recorde de calor para o mês e 2023 pode ser o ano mais quente da história

Desde junho o planeta registra recordes históricos de temperatura

06/12/2023 11h13
Novembro bate recorde de calor para o mês e 2023 pode ser o ano mais quente da história
Foto: Taina Rêgo/Agência Brasil

Novembro de 2023 marcou o sexto mês consecutivo de recordes de calor na Terra. O anúncio foi feito pelos cientistas do observatório europeu Copernicus, nesta quarta-feira (6).

Segundo o Copernicus, a temperatura média da superfície em novembro foi de 14,22°C, cerca de 0,85°C acima da média do período de 1991 a 2020. O valor é 0.32°C acima do recorde anterior para o mês, em 2020.

O planeta caminha, em meio à crise climática, para ter 2023 como o ano mais quente da história, segundo o Copernicus, já que os recordes de temperatura estão sendo quebrados desde junho.

“As extraordinárias temperaturas globais de novembro, incluindo dois dias mais quentes do que 2ºC acima do período pré-industrial, significam que 2023 é o ano mais quente já registrado na história”, declarou Samantha Burgess, vice-diretora do Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus (C3S).

De janeiro até novembro, a temperatura média registrada no planeta foi a maior já vista, com 1,46°C acima da temperatura média do período pré-industrial. O valor também já supera o que tivemos na média dos onze primeiros meses de 2016, o ano mais quente já registrado até aqui.

*Metro 1

Comentários

Leia também

Mundo
OMS volta a alertar sobre aumento de casos de sarampo no mundo

OMS volta a alertar sobre aumento de casos de sarampo no mundo

Casos aumentam ao redor do país exceto nas Américas, mas há probabilidade de aumento...
Mundo
Milei aumenta salário mínimo em 30% em meio a inflação de 254% na Argentina

Milei aumenta salário mínimo em 30% em meio a inflação de 254% na Argentina

O porta-voz Manuel Adorni firmou que não foi possível um acordo
Mundo
Com inflação recorde, Argentina segue sendo grande atrativo para turistas brasileiros

Com inflação recorde, Argentina segue sendo grande atrativo para turistas brasileiros

Durante sua estadia de seis dias em Buenos Aires, o jornalista Danillo Freitas destacou...