Programa De Olho na Cidade

25/11/2021 - 17:38

Polícia confirma que Marília morreu de politraumatismo provocado pela queda do avião

Polícia
Polícia confirma que Marília morreu de politraumatismo provocado pela queda do avião
Foto: Reprodução/Instagram
A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou durante entrevista coletiva, nesta quinta-feira (25), que a cantora Marília Mendonça, e as outras quatro pessoas, morreram de politraumatismo contuso provocado pela queda do avião modelo Beechcraft King Air C90a, em Caratinga, Minas Gerais, no último dia 5 (veja aqui). 
 
De acordo com o médico-legista Thales Bittencourt, as vítimas sofreram lesões graves no tórax, tronco e abdômen. Além disso, o especialista disse que descarta a possibilidade de que os óbitos ocorreram durante da queda, mas sim no impacto da aeronave no solo. 
 
TESTAMUNHA
Um piloto que pousou 20 minutos depois do acidente contou, em depoimento à Polícia Civil, que se comunicou com o piloto da cantora antes do acidente e que não foi informado de qualquer problema vindo da aeronave em que a sertaneja estava. 
 
Segundo o delegado Ivan Lopes Sales, a testemunha também informou que o piloto de Marília já estava em procedimento de pouso. Ou seja, a pelo menos um minuto e meio da pista do aeroporto. 
 
"Pela depoimento desse piloto, a estimativa que faço é que estava a 1 minuto, 1 minuto e meio do pouso, quando infelizmente parece que ele se chocou com a rede de transmissão da Cemig e acabou ocorrendo o acidente. Falo parece porque ainda precisamos da perícia", diz delegado. 
 
Com isso, a polícia trabalha com a hipótese de que a aeronave teria se chocado com uma das linhas de transmissão de uma torre da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), o que teria resultado no acidente.
 
A outra hipótese é que pode ter tido uma pane nos motores antes do avião cair. Ademais, a Polícia Civil aguarda a investigação do Centro de Investigação Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos para confirmar esta possibilidade.
 
Portanto, o delegado informou que não há uma data prevista para encerrar as investigações, pois, além de estarem aguardando o resultado de outros laudos, os familiares do piloto e co-piloto também vão prestar depoimento.
 
*Bahia Notícias 

Comentários

Leia também