Programa De Olho na Cidade

25/11/2021 - 15:37

Profissional de educação física destaca importância da prática de exercícios para a saúde

Saúde
Profissional de educação física destaca importância da prática de exercícios para a saúde
Foto: Divulgação

Edi Conceição

Dados recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que cerca de 47 % dos brasileiros são sedentários. Quando se analisa os números entre o público jovem, a porcentagem de pessoas que não praticam nenhuma atividade física sobre mais ainda para 84 %.  A pesquisa comprova uma realidade bem alarmante do país: a ausência do hábito de se exercitar entre a população.

 

Matheus Botelho, profissional de educação física, também confirma o que dizem as pesquisas sobre o sedentarismo da população. Na sua fala ele elenca algumas dicas simples de atividades para serem feitas no dia a dia.

“Tem algumas pesquisas que apontam o nível de sedentarismo do brasileiro e as práticas corporais realizadas, e sim, o brasileiro precisa fazer mais exercícios físicos. A gente tem uma parcela da sociedade que é muito inativa. Se a pessoa não tem tempo para fazer uma prática corporal por exemplo, em 40 minutos por dia, se recomenda que seja feita a partir de 5, 10 minutos, isso já é melhor que ficar parado.”

O profissional destaca também os benefícios tanto para o corpo quanto para a mente da prática de exercícios físicos.

“Como benefícios físicos a gente tem a melhora da composição corporal de uma maneira geral, há o aumento da massa magra e diminuição da gordura. Há melhoras também nos aspectos cardiorrespiratórios, na circulação, há melhora na flexibilidade do corpo. Já pensando psicologicamente, o exercício vai gerar benefícios também ajudando no controle de problemas como ansiedade, estresse e depressão.”, pontua.

(Foto: Arquivo Pessoal)

A rotina de muitas pessoas diariamente acaba sendo corrida o que gera problemas como o estresse.  Matheus fala sobre como a atividade ajuda na redução de sintomas como o esse

“A prática de exercícios ou atividades faz com que o indivíduo saia desse ambiente de fatores estressores, então com isso já há essa melhora, além disso, tem a liberação de hormônios que causam a sensação de prazer como a serotonina, ocitocina e a dopamina ajudando na melhora da sensação de estresse”, afirma Matheus.

Por último, sempre dentro do possível, é recomendável a orientação de um profissional da área, antes de se iniciar qualquer atividade.

“O ideal é ter o acompanhamento de um profissional, mas se isso não é possível, dado que existem realidades diversas, então se é uma pessoa que está saudável que não tem nenhuma limitação ela pode iniciar a prática de maneira leve sim, porém se for uma pessoa hipertensa ou com alguma outra doença é necessário que ela procure um profissional para orientá-la”.

Comentários

Leia também