Programa De Olho na Cidade

24/11/2021 - 16:54

Secretário de Saúde presta depoimento à PF

Marcelo Britto Britto foi acusado de ter recebido R$ 400 mil num suposto esquema de superfaturamento realizado por sua empresa à UPA da Queimadinha
Polícia
Secretário de Saúde presta depoimento à PF
Foto: Anderson Dias
Após ter sido acusado de receber R$ 400 mil num suposto esquema de superfaturamento realizado por sua empresa à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Queimadinha, o secretário de Saúde de Feira de Santana e médico Marcelo Brito prestou esclarecimentos na sede da Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (24). Ele esteve companhando pelo advogado Guga Leal. A empresa atuou na consultoria da unidade por dois meses. 
 
Em entrevista ao programa De Olho na Cidade, o secretário afirmou que todas as perguntas feitas pelo delegado foram respondidas por ele de forma tranquila e educada. 
 
“Nenhum problema. Todas as perguntas foram devidamente respondidas de forma muito tranquila e educada. Tudo sem nenhum tipo de dificuldade”, disse.
 
O médico revelou que se trata de mais uma tentativa de desestabilizar o governo do prefeito Colbert Filho. “Foi mais uma denúncia da Câmara, uma tentativa de desestabilização. Nós sabíamos que ao assumir a pasta, teríamos este tipo de situação”. 
 
Sobre os questionamentos: 
 
“Se o serviço foi prestado, qual o valor recebido e se percebi alguma irregularidade. Tudo foi respondido sem nenhum tipo de dificuldade. Me coloquei à disposição para quando ele precisar. Neste primeiro momento, o delegado disse estar satisfeito com as respostas”. 
 
O titular da pasta disse, ainda, que existem movimentos políticos sem fundamentos nem base. Já fui convocado duas vezes pela Câmara e continuo aguardando a chamada para fazermos um debate com a imprensa. É obrigação do servidor público prestar esclarecimentos à população. Durmo igual a um carneirinho, sem nenhuma dificuldade”, completou.
 
Segundo informações, as investigações devem continuar e outras pessoas serão ouvidas. A PF solicitou documentos à prefeitura que serão submetidos à perícia.
 
(Foto: Anderson Dias)

Comentários

Leia também