Programa De Olho na Cidade

17/11/2021 - 14:34

Especialistas explicam a importância do sono e do perdão na prevenção do câncer de próstata

Novembro Azul
Especialistas explicam a importância do sono e do perdão na prevenção do câncer de próstata

Dormir bem pode diminuir em até 75% o risco de uma pessoa desenvolver o tipo avançado do câncer de próstata, é o que aponta um estudo da Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Em entrevista ao Programa Jornal do Meio Dia, da rádio Princesa FM, a nutróloga e médica do sono, Anne Stephany, explicou que como o sono é uma estrutura extremamente sensível a estrutura do sono e quando se tem qualidade do sono há a melhora de todos os fatores do corpo.

“O sono é uma estrutura extremamente sensível e o emocional seria o fator que mais afeta a estrutura de sono do paciente, então quando a gente está com alguma preocupação, angústia e com mágoas no passado normalmente o nosso sono é afetado e também nossa qualidade de vida. O fato de dormir bem reduzir a chance de ter um câncer de próstata, que é hoje o câncer que mais acomete o sexo masculino, acontece porque quando a gente melhora a qualidade de sono melhoramos todos os fatores do nosso corpo, como a parte hormonal, a questão dos radicais livres, que influenciam diretamente na célula para ela se tornar mal formada e a gente sabe que o câncer de próstata tem a ver um pouco com essa parte hormonal, então precisamos cuidar bem da qualidade de sono para que as nossas funções sejam revitalizadas durante a noite e a gente comece o dia pronto pra batalha.” Explica.

De acordo com a Dra. Anne, alguns fatores como o estresse e o uso frequente do celular prejudicam muito a qualidade do sono.

“O faz a gente dormir muito mal hoje é a rotina, o mundo está sendo estruturado para que a gente renda como as máquinas e o nosso corpo não é uma máquina, a gente não consegue render 24 horas, precisamos de descanso. O tempo do sono é genético, mas se você dorme menos do que a quantidade de horas que você necessita há uma privação de sono crônica que afeta diretamente o corpo. Eu vejo muitas pessoas estressadas, que não diminuem o uso do celular, que é uma das coisas que mais prejudica a qualidade de sono, eu sempre gosto de trazer também a questão da gente não priorizar o sono, se ele não fosse necessário a gente não sentiria sono, o estresse é o outro fator que mais vai fazer você agravar a sua qualidade de sono, porque é como se as ondas cerebrais não desligassem, elas ficam agitadas a noite inteira e nisso você até tenta dormir, mas parece que seu cérebro não deliga, essa é uma das coisas que mais ouço no consultório.”

As mágoas representam o momento que se rememora fatores da infância, do que se passou no dia anterior, coisas que gostaria de ter feito e não fez, frustações e todas essas coisas aparecem durante a noite, então é importante ter um emocional bem resolvido e buscar ajuda especializada.

O Neurocirurgião e presidente do Comitê de espiritualidade e dor da Sociedade Brasileira de Estudos para dor, Rui Nei Araújo, falou sobre como o perdão pode ajudar na prevenção do câncer de próstata. Segundo ele o perdão possui três estágios.

“O perdão é uma forma de você se desvencilhar de algo que te machuca, seja do presente ou do passado, ele tem três fases, a primeira é você querer perdoar e a última é pensar que você vai lembrar daquela dor como uma ferida que você olha pra pele, vê a cicatriz, mas quando toca não dói mais, então o perdão tem estágios. No último Congresso Brasileiro de Dor nós tivemos uma mesa de discussão científica sobre as implicações do perdão em várias doenças, entre elas o câncer. O câncer é uma célula que não morre, ela nunca para de se reproduzir, ele aparece porque algumas células de defesa do corpo param de conseguir defender o corpo quando ele está diante de uma situação de mágoa e isso já tem comprovação científica.” Pontua.

Segundo o Dr. Rui, pessoas que acumulam sentimentos e emoções causam uma reação inflamatória no organismo.

“Mágoa pode estar associada ao câncer, inclusive o de próstata, porque os homens tem mais dificuldade de falar dos seus problemas do que as mulheres, sendo assim as pessoas acumulam essas informações e não resolvem esses problemas começam a minar o organismo com uma reação inflamatória que perde o controle, causado várias doenças e existem associações de paciente que tem a doença oncológica e quando se vê os fatores predispostos observa-se que existe a presença de mágoas no passado.” Afirma.

Uma dica deixada pelos médicos é que se dê o primeiro passo para o perdão. “Se você tem mágoa de alguém, perdoe. Eu sei que é difícil, mas tudo começa no primeiro passo do perdão que é decidir, um dia você vai chegar a um ponto de olhar pra trás e ver que só restou a cicatriz.”

Comentários

Leia também