Programa De Olho na Cidade

13/10/2021 - 16:45

Se Vossa Excelência cometeu crime, não cometeu só, diz Fernando Torres sobre denúncia ao vereador Paulão

Feira de Santana
Se Vossa Excelência cometeu crime, não cometeu só, diz Fernando Torres sobre denúncia ao vereador Paulão
Foto: Ascom/Câmara
“Se Vossa Excelência cometeu crime, não cometeu só”, afirmou o presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, Fernando Torres (PSD), nesta quarta-feira (13), ao tratar sobre uma denúncia feita pelo governo municipal, que acusa o vereador Paulão do Caldeirão (PSC) de ter recebido recursos públicos indevidamente, através de uma empresa.
 
“Acontece que se Vossa Excelência cometeu o crime, não cometeu só, se Vossa Excelência recebeu algum recurso indevido, quem pagou também tem que ser impeachmado. Se a Procuradoria de Feira está denunciando o vereador Paulão por recebimento indevido de algum recurso público quem pagou também está errado, se houve algum crime houve um crime duplo.” Afirmou.
 
Na última segunda-feira (11), O Procurador do Município de Feira de Santana, advogado Carlos Alberto Moura Pinho informou ao portal De Olho na Cidade que a Secretaria de Comunicação Social descobriu que o vereador Josse Paulo (Paulão do Caldeirão-PSC), “era sócio de uma empresa que mantinha contrato com o município”.
 
“Descobrimos que o vereador Josse Paulo era sócio de uma empresa que mantinha contrato com o município, e é sabido que o vereador ou candidato, desde que registre a candidatura não pode contratar. Depois que se descobriu que ele fazia parte da empresa, a obrigação do município é buscar a devolução desses valores. Paralelo a isso, o juiz ordenou a citação para restituir o valor e deu visto ao Ministério Público, porque existe um crime eleitoral cometido por conta dessa contratação ao tempo em que já era proibido pela legislação eleitoral”, afirmou Moura Pinho.
 
Ainda em seu discurso, Fernando Torres criticou a Procuradoria de Feira de Santana e o procurador do município Moura Pinho.
 
“Essa Procuradoria de Feira é tão incompetente que eu acredito que nem analisaram isso, porque se houve um pagamento indevido quem pagou tá mais errado do que quem recebeu, porque se alguém quiser me fazer algum pagamento indevido a gente recebe, devolve, encaminha, faz uma doação, agora quem pagou indevido é que cometeu o crime maior. Pelo que conversei com o vereador Paulão foi antes das eleições e por que esse procurador veio denunciar logo agora, quando o vereador denunciou de assédio o procurador Moura Pinho comandado pelo prefeito e uma quadrilha formada pela prefeitura para denegrir a imagem de vereadores, por que essa denúncia não veio em Fevereiro, logo após a posse do procurador de Feira de Santana?” Questionou.

Comentários

Leia também