Programa De Olho na Cidade

13/10/2021 - 16:37

Ex-comandante da PM rebate Coronel que acusa corporação de realizar apenas indicações políticas

Polícia
Ex-comandante da PM rebate Coronel que acusa corporação de realizar apenas indicações políticas
Aposentado em julho da Polícia Militar, o Coronel Amom Gomes declarou que na corporação baiana seria necessário levantar bandeiras políticas para alcançar grandes postos. 
 
O militar aposentado tinha o desejo de ser comandante e atuar em Feira de Santana do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), mas nunca houve uma oportunidade. 
 
Ao portal De Olho na Cidade, o ex-comandante da PM baiana, Anselmo Brandão, contemporâneo de Amom, declarou que o ex-colega de farda foi infeliz em seu comentário. 
 
 
“É uma declaração equivocada, ele falou isso e fui comandante dele. As indicações, da minha parte, nunca foram direcionadas para quem era de determinador partido político.  O nome dele chegou sim ser indicado, mas a caneta é do governador”, disse. 
 
Ainda segundo Brandão, durante sua gestão houve acolhimento para o colega militar quando esse esteve na “geladeira”, sendo até nomeado para atuar em Teixeira de Freitas. 
 
 
“Assim que assumi deu um cargo para ele. Eu o acolhi sim e não depende do comandante para ele se tornar Coronel, é uma prerrogativa do governador do Estado”, frisou. 
 
Eleições 2022
 
Brandão anunciou na semana passada que é pré-candidato a deputado federal.  Ele tem feito visitas em diversas cidades baianas em busca de apoio dos militares para o embate político partidário. 
 
Ao portal De Olho na Cidade, ele contou que ainda não definiu por qual sigla partidária irá para disputa.

Comentários

Leia também