Programa De Olho na Cidade

01/04/2021 - 06:20

Vacina contra gripe deve ser tomada mesmo por quem já tomou imunizante contra covid, diz especialista

Saúde
Vacina contra gripe deve ser tomada mesmo por quem já tomou imunizante contra covid, diz especialista
Com o final do verão começa o período das doenças respiratórias, época que se estende até o final do inverno e, mais do que nunca, requer atenção especial. E apesar do período de tensão causado pela luta contra o coronavírus e a espera que a vacina chegue a toda população, alguns cuidados não podem ser ignorados, entre eles, outra vacina: a de prevenção contra gripe. 
 
“A vacinação contra gripe é importante por ser uma forma de prevenção contra esse agravo, inclusive suas distintas cepas: o H1N1 e H3N2”, explica Fabiana Porto, responsável técnica da IHEF Vacinas. Ela ainda explica que cumprir com a vacinação ajuda inclusive no diagnóstico de covid-19, já que ao apresentar algum sintoma, que podem ser similares entre as doenças, pode afastar o diagnóstico da influenza, buscando, dessa forma, o tratamento correto.  
 
 
A vacina pode ser tomada a partir dos 06 meses, e entre essa faixa etária e os nove anos, a recomendação é que se tome duas doses com uma pausa de trinta dias. A partir dos nove anos, a dose passa a ser única.  
 
Apesar de alguns sintomas parecidos, a vacina contra covid-19 não substitui a vacina contra gripe. Entretanto, após tomada a vacina contra o coronavírus, deve-se esperar um período de 14 dias da segunda dose (ou dose única, se for o caso). O mesmo acontece caso seja tomada, primeiro, a vacina contra a gripe.  
 
 
 
“Nesse período tão difícil que estamos vivendo, sabemos que há certo medo de ir vacinar-se contra qualquer coisa além da covid”, relata Porto. “Mas é exatamente nesse momento que toda forma de proteção se tornou ainda mais importante. Procure sua unidade de vacinação de confiança, siga os protocolos de uso de máscara, álcool gel, e não deixe de vacinar-se!” completa a especialista.  
 
 
 


Comentários

Leia também