Programa De Olho na Cidade

12/01/2021 - 16:47

Rui culpa governo federal por fechamento das fábricas da Ford: O Brasil está desmoralizado

Política
Rui culpa governo federal por fechamento das fábricas da Ford: O Brasil está desmoralizado
Foto: Divulgação/Assessoria

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), culpou o governo federal pelo fechamento das fábricas da Ford no Brasil. Em discurso, nesta terça-feira (12), em Capim Grosso, no interior do estado, o petista disse que os investidores possuem grande receio de aplicar os seus fundos financeiros no Brasil devido ao alto risco de investimento, causado pela insegurança política, econômica e jurídica no país.

“Tiraram a Dilma e colocaram aquele outro lá [Michel Temer], que eu não gosto de falar, porque coisa ruim a gente não pode ficar citando. Depois sai a coisa ruim e vem a coisa pior [Jair Bolsonaro]. Infelizmente o povo brasileiro vai pagando um preço alto, porque a pobreza está aumentando, o desemprego está aumentando, as fábricas como a Ford estão fechando no Brasil, várias empresas fechando porque o Brasil está desmoralizado no mundo”, afirmou.

Segundo Rui, ele conversou com um representante da multinacional em uma tentativa de convencê-los a permanecer com as atividades em Camaçari, mas revelou que a empresa não está otimista com a retomada econômica do Brasil.

“Lembro que em inglês, ele me disse, ‘governador, na avaliação mais otimista da Ford, o Brasil só vai retomar a demanda em 2023’. A economia do Brasil em 2020 estava menor do que em 2014. Isso é o que eles [Michel Temer e Jair Bolsonaro] fizeram com o país”, pontuou.

Rui também criticou a postura truculenta do presidente Jair Bolsonaro e da falta de habilidade em negociações e articulações políticas.

“Um país não se governa com bravata. Um país não se governa com picuinha. Um país não se governa com fofoca, com disse me disse, com ações de pirotecnia. Um país não se governa assim. É preciso serenidade, competência, trabalho, capacidade de gestão. Você precisa saber o que vai fazer com o país”, completou.



Comentários

Leia também