Programa De Olho na Cidade

16/10/2020 - 16:42

Beto Tourinho promove debate com o povo em praça pública

Eleições 2020
Beto Tourinho promove debate com o povo em praça pública
Foto: Divulgação


Já que as TVs não vão promover debates entre os candidatos a prefeito de Feira de Santana, o candidato do PSB, Beto Tourinho, e o vice Angelo Almeida, foram às ruas da cidade para “Se virar nos 40”, respondendo a questionamentos feitos pelos eleitores. O encontro aconteceu na Praça João Pedreira, das 10h às 12h40, quando foram sabatinados por jovens, aposentados, donas de casa, ambulantes, professores e representantes dos movimentos negros da cidade, além de artistas e estudantes.

Mais de duas horas de debate espontâneo, perguntas livres, com a única regra de que os candidatos tinham 40 segundos para responder as perguntas do público. Os principais questionamentos estavam relacionados ao sistema de transporte da cidade, economia, saúde, educação e renda. Mas não faltou pergunta sobre a arte e apoio aos movimentos culturais no município. 


Beto Tourinho disse que os temas abordados já eram esperados porque, segundo ele, são os principais entraves da administração atual. “Temos um governo hoje que maltratou a educação, que fez pouco caso da saúde e ignorou os apelos dos trabalhadores informais, deixando a nossa economia em situação ainda mais delicada. Natural que as pessoas queiram saber quais são as nossas propostas para solucionar estes problemas. E temos muitos projetos para todos estes setores”, disse.


A professora Suzane Lins, que perguntou sobre o projeto do candidato para a educação, elogiou a iniciativa. Segundo ela, são ações como esta que mostra a cara e a coragem do candidato. “Eles estão aqui de coração aberto para responder a qualquer coisa e a gente fica à vontade para tirar as nossas dúvidas”, avaliou.


Este foi o primeiro debate nas ruas realizado pelos candidatos. Segundo Beatriz Ferreira, coordenadora da campanha, muitos outros serão realizados. “Vamos passar por todo o centro da cidade e daremos um giro pelos principais bairros. O tempo é curto, por isso vamos escolher os bairros mais populosos e com mais problemas. É a maneira que encontramos para levar o nosso plano de governo aos quatro cantos da cidade”, explicou.

Comentários

Leia também