Programa De Olho na Cidade

29/08/2020 - 10:44

E agora, Justiniano França?

Jorge Biancchi

A escolha do vice na chapa do atual prefeito Colbert Martins Filho, certamente, foi uma das surpresas das eleições 2020 em Feira de Santana. Justiniano França, começou o processo de discussão política praticamente como o grande favorito, depois surgiu o nome de Pablo Roberto, que acabou desistindo, e surgiram os nomes de Zé Chico e de Fernando de Fabinho, este último correndo por fora, pois estava fora da vida pública há mais de 10 anos. Zé Chico disputou em 2014 e Justiniano sempre esteve na ativa, na Câmara Municipal e ocupando cargo de secretário no paço municipal.

Houve uma grande reviravolta e prevaleceu o nome de Fernando de Fabinho, ex-deputado federal, ex-prefeito de Santa Bárbara e ex-deputado estadual. Ele, que estava correndo por fora, acabou ganhando a preferência. Coisas da política, como costuma dizer o ex-prefeito José Ronaldo, que a política é igual a nuvem, muda a toda hora.

Motivos para estar chateado tem Justiniano França, que já tinha o seu grupo formado para disputar a eleição pela Câmara Municipal. Acabou abrindo mão de concorrer à eleição e agora ficou sem o cargo de vice e sem a possibilidade de voltar à vereança. Sabemos que ele é fiel ao ex-prefeito e amigo de longas caminhadas, mas não deixa de ter motivos para estar chateado. Ao menos, alguns amigos demonstraram esta insatisfação conversando com o nosso portal de notícias. Resta saber se Justiniano também está insatisfeito junto ao seu grupo político, com esse desfecho da formação da chapa majoritária para o pleito deste ano em nossa cidade.

Comentários

Leia também