Programa De Olho na Cidade

31/07/2020 - 11:42

Índice de ataques virtuais aos dados bancários crescem 43% e causam alerta no setor, diz sindicalista

Polícia
Índice de ataques virtuais aos dados bancários crescem 43% e causam alerta no setor, diz sindicalista
O índice de ataques virtuais para roubo de dados bancários cresceu 43% no Brasil entre janeiro e julho de 2020. Este tipo de crime se caracteriza por fraudes para enganar os usuários darem informações confidenciais, como o número de cartão de crédito, senha ou qualquer outro dado que dê acesso às contas.
 
Ao portal De Olho na Cidade, o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, diz que os fraudadores se aproveitam da boa fé dos clientes e criam links falsos para roubo dos dados dos clientes. 
 
"Por conta pandemia do novo coronavírus, muitos clientes migraram para os meios digitais, o aumento da procura por compras online e por sites e aplicativos de banco contribui para os ataques".
 
Para atrair a confiança das vítimas, os golpistas costumam utilizar indevidamente o nome de grandes bancos, que apesar dos lucros bilionários não investem em sistemas que protejam efetivamente os clientes, e, normalmente são disseminados através de links maliciosos e aplicativos falsos.
 
Muitas vezes mostram um suposto bloqueio ou liberação de senha e de pagamento para a pessoa realizar um falso procedimento de recuperação de senha e compartilhar dados pessoais e de cartão de crédito. A falta da proteção de um antivírus no celular ou computador também facilita a ação dos cibercriminosos.

Comentários

Leia também