Programa De Olho na Cidade

28/06/2020 - 06:20

Sindicato contesta privatização de refinaria na Bahia

Bahia
Sindicato contesta privatização de refinaria na Bahia
A Refinaria Landulpho Alves (RLAM) está em processo avançado de privatização. A empresa informou que recebeu ofertas de grupos estrangeiros interessados em adquirir o controle da segunda maior refinaria do país. 
 
A Federação Única dos Petroleiros (FUP) denunciou, através do seu coordenador, Deyvid Bacelar, em entrevista ao portal De Olho na Cidade, uma possível ilegalidade dessa operação. 
 
Bacelar diz que esse é o momento de aumentar a integração da cadeia produtiva da Petrobrás, como estão fazendo as grandes petrolíferas e não negociar a maior refinaria do país. 
 
“A miopia da gestão Castello Branco é tão grande que vai na contramão do setor. Ele quer tornar a Petrobrás uma empresa suja e refém das oscilações do mercado internacional”, afirma.
 
Deyvid ainda declarou que a venda das refinarias não vai aumentar a concorrência no setor, como se pode pensar. 
 
“É bom lembrar que o monopólio estatal do petróleo foi quebrado em 1997, no governo Fernando Henrique Cardoso, e mesmo assim, nenhuma empresa privada construiu sequer uma grande refinaria aqui no Brasil”.

Comentários

Leia também