Programa De Olho na Cidade

20/06/2020 - 06:16

Ensino digital será tendência nos próximos anos, analisa professor

Educação
Ensino digital será tendência nos próximos anos, analisa professor
Desde março muitas transformações ocorreram no Brasil com o avanço da pandemia do novo coronavírus. Vários setores foram parcialmente ou totalmente paralisados e não foi diferente na educação. 
 
O professor e mestre em tecnologias emergentes em educação, José Motta Filho, espera que neste momento ocorra um avanço na forma de ensinar e aprender. “É muito provável até que depois que reabrirmos as escolas, os professores terão boas conquistas de formas digitais e modos diferentes de implementar suas atividades para os alunos”. 
 
Contudo, o educador lamentou que essa realidade de ensino pela internet com vídeo-aulas e atividades avaliativas não alcance os alunos da rede pública. “De certa forma, sem pandemia o ensino público já agonizava e agora só ficou mais evidente. Porém mantenho esperança que os gestores se sensibilizem e façam mais investimentos para diminuir essa distância entre o privado e o público”. 
 
Ensino híbrido  
 
O professor diz que acredita que nos próximos anos o ensino compartilhado em carga horária digital e nas escolas será uma tendência no mercado. 
 
“Certamente uma das maiores tendências da educação que possibilitará ao aluno estudar e explorar conteúdos sem intervenção do professor e quando ele estiver na sala de aula servirá para discussões”, frisou. 
 
José Filho declarou que antes desse processo é necessário que exista uma transição do maior uso de equipamentos digitais como tabletes nas salas de aulas para compreender suas funções nesta nova didática. 
 
Ele disse ainda que na educação infantil o processo deverá continuar ser exclusivamente presencial por conta de todo ensino lúdico e de importância da relação pessoal entre crianças, porém que no ensino fundamental 2 e ensino médio já seria possível utilizar o modo híbrido de aprendizagem.

Comentários

Leia também