Programa De Olho na Cidade

22/05/2020 - 17:02

Em live, Rui Costa promete a Colbert, 10 respiradores para Feira de Santana

Coronavírus
Em live, Rui Costa promete a Colbert, 10 respiradores para Feira de Santana

Sérgio Di Salles

 

Em entrevista nas suas redes sociais na tarde desta sexta (22), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), conversou com diversos prefeitos do estado sobre a situação da covid-19 em cada cidade. O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins FIlho, foi um dos convidados.

 

Na entrevista, o governador prometeu ao prefeito Colbert Martins Filho o envio de 10 respiradores à Feira de Santana. Rui também afirmou que irá verificar a disponibilidade de um centro de acolhimento para a cidade, o mesmo modelo que foi implantado em Salvador e outras cidades com a situação mais crítica, onde as pessoas acometidas da covid-19 recebem um auxílio no valor de R$ 500,00 e duas cestas básicas.

 

Falei com ele mais cedo, nosso hospital Mater Dei ainda está com os respiradores comprometidos e pedimos emprestado até chegarem, ele fez a afirmativa que nos emprestaria sim, estou indo amanhã pela manhã até a Mater Dei acompanhar a questão e vou colocar para empresa que se ela não colocar os equipamento em tempo, teremos empréstimo do Estado.

 

O prefeito Colbert Martins Filho afirmou em entrevista ao De Olho na Cidade que os respiradores virão em forma de empréstimo, até que a empresa contratada entregue os adquiridos pelo município. “Espero que possam antecipar a entrega destes equipamentos e a contratação de pessoal para que na próxima semana possamos colocar em funcionamento. Fico angustiado pois demora, semana que vem, eu pessoalmente estarei cobrando incansavelmente para que tudo saia o mais rápido possível.”, afirmou.

 

Colbert ainda falou sobre os feriados que serão antecipados na Bahia e em especial em Feira de Santana. Na próxima segunda, o estado da Bahia antecipa o feriado de 2 de julho,na terça o de 24 de junho, São João, na quarta, Feira de Santana antecipará o feriado de 24 de junho, vamos fazer este decreto e pedir que o presidente da câmara aprove este decreto logo na segunda cedo. Na segunda, terça e quarta, nem banco funcionará, quinta e sexta vão funcionar os essenciais e bancos, polícia na rua todos os dias, a ideia é dar um freio forte onde o crescimento de covid-19 é mais intenso.”, concluiu.


 

Comentários

Leia também