Programa De Olho na Cidade

14/05/2020 - 14:46

Enfermeira detalha as dificuldades de exercer a profissão e se manter isolada dos filhos

Dia das Mães
Enfermeira detalha as dificuldades de exercer a profissão e se manter isolada dos filhos

Para o profissional de saúde, tem ficado a cada dia mais complicado, conciliar o emprego com a família. Muitos precisam ficar por diversos dias isolados, seja por conta do trabalho ou por precaução. Ainda no nosso projeto especial do mês das mães, conversamos com a Daniela Cunha, que é enfermeira, trabalha na UTI do HGCA e é mãe de dois filhos. Segundo ela, tem sido cada dia mais difícil estar entre estas duas importantes funções.

“É um verdadeiro desafio, descobrimos que somos mais fortes do que imaginávamos ser, trabalhando, ajudando a tratar e cuidar de pessoas e enquanto isso os filhos em casa, com a rotina mudada, adaptada, e ficamos o tempo todo na insegurança, sem saber o que fazer. Precisei me isolar dos meus filhos por 22 dias, foi difícil, minha filha não entendia, mas precisei explicar. Muitas medidas foram tomadas em relação à proteção, mas vamos construindo esse momento com muita dedicação e colocando amor, continuamos com o braço de casa, o do hospital, de estar ensinando e ao mesmo tempo de proteger aqueles que estão em casa, um grande desafio. Um misto de medo, tristeza, choro, principalmente no início, de trazer para os filhos de forma tão dura, pois eles ainda não entendem, mas trabalhar na enfermagem não é apenas sair, é dedicação absoluta, e isso traz o conforto de estar ajudando as pessoas lá fora.”, afirmou.

Daniela afirmou que desde o início dos trabalhos na pandemia, vem procurado separar um pouco o tempo em que está em casa. “O tempo é pouco, não tem contato, abraço, beijo, as roupas ficam do lado de fora e só passo por eles depois que tomo um banho bem tomado, usando máscara até dentro de casa e mantendo distanciamento. Não é fácil, tenho o Eduardo de 13 anos e a Isabele de 9.”, contou.

Ela ainda nos disse que para manter o emocional equilibrado, procura fugir um pouco do assunto quando está em família ou fora do ambiente de trabalho. “Sempre procuro ler algo fugindo do assunto do momento, que ocupe a minha cabeça para que no momento do trabalho não tenha problemas. Passo para a minha equipe todos os cuidados, principalmente tranquilidade, mensagens de otimismo e vamos nos apoiando, vamos passando força e não sabemos o que vai acontecer nos próximos dias.”, concluiu.

Comentários

Leia também