Programa De Olho na Cidade

09/05/2020 - 18:14

Escolas privadas e públicas de Feira de Santana se unem para homenagear as mães

Dia das Mães
Escolas privadas e públicas de Feira de Santana se unem para homenagear as mães
“Só mãe para espalhar tanto amor”. É este o tema da iniciativa que reúne mais de 100 escolas públicas e privadas de Feira de Santana para homenagear as mães – sejam elas mães dos alunos, professores ou funcionários. A homenagem foi feita durante toda a semana, nas redes sociais e culminou com uma surpresa neste domingo, 10, quando a data é celebrada em todo o país.
 
A ideia, que surgiu da diretora pedagógica da Escola João Paulo I, Judinara Braz, se espalhou entre as gestoras das escolas das redes municipal e estadual e o movimento foi crescendo pela cidade. A intenção é destacar a importância e o amor pelas mães, distribuindo nos perfis das redes sociais imagens e frases de carinho ao invés das tradicionais reuniões que antes aconteciam nas escolas. Uma alternativa criativa que ganha mais relevância em tempos de distanciamento social.
 
"É uma homenagem linda, que saiu dos corações de todos nós que fazemos o Colégio Gênesis e também de todas as escolas envolvidas. Convidamos todas as mães a passearem pela cidade, pelas ruas e ou avenidas em que os filhos estudam e elas receberam de braços abertos o nosso carinho. Estamos muito felizes com o resultado e que toda essa demonstração de carinho e afeto não dure apenas um dia", contou o professor Antônio Jorge, do Colégio Gênesis.
 
 
“Professores, gestores e funcionários das escolas ficaram responsáveis pela divulgação, com o intuito de alcançar o maior número de mães. Tivemos um excelente retorno das famílias e mostras de agradecimentos por que, de alguma maneira, mesmo neste período delicado, conseguimos tocar o coração delas de forma tão sensível e com tanto amor”, destaca a professora Plácida Emília Silva, diretora da Escola Municipal Padre Giovanni Ciresola.
 
 
"É uma coisa muito significativa pra gente. Uma ação que começou num momento de tantas dificuldades, aflições e angústias das famílias. As escolas assumem este papel fundamental de compartilharem o amor e levar a educação, mesmo com as dificuldades, as escolas entenderam, estão se reinventando e fortalecendo os vínculos com cada família. O nosso desejo é que essa energia toda continue, após o dia das mães, que continue após a pandemia", disse o professor Claudenir, do Ceteb e Ativa Montessoriana. 
 
Para a data considerada tão especial, as participantes do “Só mãe para espalhar tanto amor” organizaram uma surpresa que, foi espalhada por várias ruas de Feira de Santana. As crianças não ficam de fora. A iniciativa busca alcançar também os estudantes pelas redes sociais para incentivar que estes façam também sua homenagem às mães em suas casas, com cartas, mimos e declarações.
 
“Desde a última segunda-feira estamos com essa divulgação, fazendo uma homenagem por dia. Em tempos de pandemia, cuidar e ser cuidado fazem muito bem. Além disso, escolas públicas e particulares nunca dividiram, juntas, um projeto tão grande e tão bonito. Neste domingo, fizemos algo ainda mais especial”, declara Adriana Bulos, diretora da Escola Municipal Professor José Raimundo de Azevedo, o antigo CAIC.
 
 
 
Participam do movimento várias escolas municipais, entre as quais, a Ana Brandoa, Monteiro Lobato, Ecilda Ramos, Monsenhor Jessé, Dr. João Duarte Guimarães e Adenil Falcão. Entre as estaduais está a Georgina de Mello Erismann; no grupo de privadas estão além da João Paulo I, Catavento, Criativa, Casa do Saber, Espaço do Saber, Ativa Montessoriana e Ceteb, entre outras.

Comentários

Leia também